EVANGELIZAR.

NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

segunda-feira, 31 de março de 2014

TRAZENDO A MEMÓRIA.

"Traze estas coisas à memória, ordenando-lhes diante do Senhor que não tenham contendas de palavras, que para nada aproveitam e são para perversão dos ouvintes.” (2 Timóteo 2:14)

            A Palavra de Deus, o Evangelho de Jesus Cristo é para ser ensinado e vivido, e jamais para ser discutido, ou debatido, pois tudo o que é disputa, debates, gera confusão, e o Espírito de Deus não habita no meio de confusão. Pessoas que gostam de discutir, de questionar o Evangelho, gostam de apresentar pontos de vista discordantes da Palavra, deles devemos simplesmente nos afastar, nos calar, pois o nosso Deus não necessita que o defendamos. Ele é Deus, nós devemos segui-lo e praticar os seus mandamentos. Existem pessoas que se levantam como estudiosos, teólogos, doutores em Bíblia e mais uma série de títulos, e, muitas vezes, levantam teses heréticas, as quais querem fazer com que sejam aceitas. Também pessoas comuns como nós dizem discordar desta ou daquela maneira que Deus age, ou agiu, por vários motivos, mas pelos que são discordantes devemos somente orar, e não discutir ou tentar incutir na mente deles o Evangelho, pois não é por força nem por violência que venceremos, mas pelo Espírito de Deus. Portanto devemos estar sempre alertas sabendo que essa é mais uma armadilha do diabo. Não sejamos soberbos, sejamos simples, aprendamos com Jesus e fiquemos calados."Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.” (2 Timóteo 2:15). Todos nós devemos sempre em todo tempo nos apresentar como homens e mulheres de Deus, não pelo nosso muito falar,  mas pela nossa maneira santa, simples, humilde, caridosa, honesta e alegre de viver manejando a Palavra de Deus a todo tempo, não só com as mãos ou os lábios, mas com tudo,  sabendo o momento certo de falar e o de calar, sem nos exaltar ou tentar coagir alguém a aceitar o Evangelho. Quando entramos em discussões acaloradas tentando mostrar os nossos conhecimentos Bíblicos, estamos simplesmente nos afastando do Evangelho de Jesus, e, quando nos afastamos Dele, chegamos ao inimigo.
            "Mas evita os falatórios profanos, porque produzirão maior impiedade. E a palavra desses roerá como gangrena, entre os quais são Himeneu e Fileto, os quais se desviaram da verdade, dizendo que a ressurreição era já feita, e perverteram a fé de alguns.” (2 Timóteo 2:16-18). Precisamos nos aplicar a leitura das Escrituras, buscando adquirir um bom conhecimento da Palavra. Contudo, não devemos nos envolver em discussões inúteis com aqueles que deturpam a mensagem do Evangelho; entre esses estavam Himeneu e Fileto, que, apesar de serem cristãos, deixaram se levar pelo espírito do erro. O obreiro aprovado deve saber que a pregação da Boa Notícia não pode ser confundida com controvérsias religiosas, pois o conhecimento da verdade, antes de tudo, visa à libertação daqueles que foram aprisionados pelo diabo. "Todavia o fundamento de Deus fica firme, tendo este selo: o Senhor conhece os que são seus, e qualquer que profere o nome de Cristo aparte-se da iniquidade.” (2 Timóteo 2:19). Deus conhece cada um de nós, conhece os nossos corações. Ele sabe quem tem um coração fiel a Ele, quem realmente o ama  e o respeita, porque todos os que o amam e falam no nome de Jesus não podem viver pecando, têm que fugir de todas as iniquidades, pecados e demonstrar o seu amor para com o Senhor vivendo o seu Evangelho. Não é por muito falar, orar ou ir à igreja que somos bons obreiros, o que nos transforma em obreiros aprovados, em filhos e filhas de Deus é a nossa conduta diante Dele e o nosso amor por Ele. As únicas maneiras de amor que o Senhor conhece são o respeito e a prática da sua Palavra. "Ora, numa grande casa não somente há vasos de ouro e de prata, mas também de pau e de barro; uns para honra, outros, porém, para desonra.” (2 Timóteo 2:20).Nem todos os que falam o nome do Senhor são realmente Dele, muitos estão se passando  como homens e mulheres de Deus, mas já estão mortos espiritualmente. O Senhor  permite que ainda permaneçam no meio do seu povo, assim como o joio fica no meio do trigo até a colheita, ou seja, até o momento certo, quando serão enviados para o sofrimento e a morte eterna. Por esse motivo não devemos entrar em contendas com essas, pois, apesar de falarem o nome do Senhor, na verdade essas pessoas estão a serviço do inimigo, e o objetivo é arrebatar mais e mais almas.
            "De sorte que, se alguém se purificar destas coisas, será vaso para honra, santificado e idôneo para uso do Senhor, e preparado para toda a boa obra. Foge também das paixões da mocidade; e segue a justiça, a fé, o amor, e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor.” (2 Timóteo 2:21-22). O segredo para ser vitorioso é se purificar, é fugir dos pecados, é praticar o Evangelho, fugir dos desejos e pecados carnais, pois muitos têm caído por causa de pecados sexuais. Sabendo disso, todos nós devemos ficar alerta, ver, fugir, correr do pecado, e todo o tempo praticar e viver a justiça com todos,  vivendo pela fé no Senhor, pois, se temos fé Nele e em seus preceitos, os praticamos e desfrutamos de paz, somos mais do que vitoriosos Nele. "E rejeita as questões loucas, e sem instrução, sabendo que produzem contendas.” (2 Timóteo 2:23). Devemos buscar sempre conhecimento no Senhor, na sua Palavra, correndo, fugindo  de toda discussão religiosa, pois sabemos que a Palavra é uma pérola que não podemos desperdiçar, e nem com ela criar contendas e nem aceitar contendas, jamais esquecendo que há um momento para tudo, para falar e para calar. "E ao servo do Senhor não convém contender, mas sim ser manso para com todos, apto para ensinar, sofredor; instruindo com mansidão os que resistem, a ver se porventura Deus lhes dará arrependimento para conhecerem a verdade, e tornarem a despertar, desprendendo-se dos laços do diabo, em que à vontade dele estão presos.”(2 Timóteo 2:24,26).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Deus os abençoe.
Um abraço,
                                     Pr.Henrique Lino 
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeusVisitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 
MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.
 

sábado, 29 de março de 2014

NUVENS VAZIAS.

"Quando Efraim falava, tremia-se; foi exaltado em Israel; mas ele se fez culpado em Baal, e morreu. E agora multiplicaram pecados, e da sua prata fizeram uma imagem de fundição, ídolos segundo o seu entendimento, todos obra de artífices, dos quais dizem: Os homens que sacrificam beijem os bezerros.” (Oséias 13:1-2)

            Efraim, uma das doze tribos de Israel, muito se fortaleceu. Desfrutava de abundância e poder, tanto de poderio bélico como financeiro. Por tal motivo se ensoberbeceu e se desviou do Senhor. Começaram a adorar demônios e deuses estranhos; fizeram imagens de tudo, inclusive de bezerros de ouro que adoravam, além de adorar o deus baal dos pagãos. Assim muitos procedem, pois vemos pessoas que buscavam o Senhor, e, após melhorar a situação, se ensoberbecem e se desviam, e hoje adoram todos os tipos de imagens de santas, santos, padroeiros, guias, visitam cartomantes, creem em espíritos e outras tantas coisas mais. Mas todos os que se afastam do Senhor, com certeza, receberão o seu devido castigo no tempo certo, porque o Senhor não permite ingratidão, e todos os que debandam para outros deuses ou imagens recebem o tratamento da parte do Senhor como adversários, ou seja, inimigos de Deus.  "Por isso serão como a nuvem da manhã, e como o orvalho da madrugada, que cedo passa; como folhelho que a tempestade lança da eira, e como a fumaça da chaminé. Todavia, eu sou o SENHOR teu Deus desde a terra do Egito; portanto não reconhecerás outro deus além de mim, porque não há Salvador senão eu.” (Oséias 13:3-4). Os soberbos serão consumidos porque não respeitaram ou temeram o Senhor, e o traíram, se prostituíram e foram atrás de outros deuses, outro objeto de adoração, ou até mesmo levantaram em seus corações alguém para adorar e confiar e se esqueceram do Senhor,  ou querem dividir a glória do Senhor com outra coisa. Quando assim procedem, o Senhor garante que são consumidos, e temos visto pessoas que antes reinavam e agora vivem em situações precárias, com enfermidades, vivem à base de medicamentos, ou  em situação de abandono, divórcio, cheios de dívidas e  às vezes na miséria, e isso porque abandonaram o Senhor.
            "Eu te conheci no deserto, na terra muito seca. Depois eles se fartaram em proporção do seu pasto; estando fartos, ensoberbeceu-se o seu coração, por isso se esqueceram de mim.” (Oséias 13:5-6). Deus nos socorreu em momentos de aflição, de dor e desespero, e, quando nós achamos que estamos bem, muitos já imaginam que não precisam mais do Senhor e dão lugar às dúvidas, e começam a imaginar que tudo o que conseguiram foi por méritos próprios, e então vêm a soberba, o orgulho, e isso traz a rebelião contra o Senhor; consequentemente, recebem a devida punição, pois o mal vem de repente sobre a casa, a família, e muitas vezes a morte física. "Serei, pois, para eles como leão; como leopardo espiarei no caminho. Como ursa roubada dos seus filhos, os encontrarei, e lhes romperei as teias do seu coração, e como leão ali os devorarei; as feras do campo os despedaçarão”. (Oséias 13:7-8). Veja que o Senhor fala que será como um animal feroz à espreita da vítima, da presa para dar o bote, o pulo no momento certo, mas inesperado; a presa que pega de surpresa é destruída. A palavra do Senhor garante que esses soberbos, idólatras e desobedientes serão consumidos; é o próprio Senhor que os destruirá; e devemos entender que não existe nada que nos pode defender da ira de Deus, a não ser o arrependimento e a conversão. "Para a tua perda, ó Israel, te rebelaste contra mim, a saber, contra o teu ajudador. Onde está agora o teu rei, para que te guarde em todas as tuas cidades, e os teus juízes, dos quais disseste: Dá-me rei e príncipes? Dei-te um rei na minha ira, e tirei-o no meu furor.” (Oséias 13:9-11).A rebelião do povo não é tolerada, mas condenada a receber a punição mais severa; temos que entender que esse deus bonzinho, tolinho, tolerante com o pecado não é o Nosso Deus, esse é o diabo, e muitos têm sido enganados, pois querem acreditar que o Senhor  é bonzinho e permite tudo, pois  ama o povo. Realmente, Deus nos ama com um amor incondicional, só não tolera o pecado, pois não foi em vão que Ele mandou o seu Filho único para sofrer e morrer por nossa culpa. Quando estamos em pecado, desprezamos o sacrifício da cruz,  o sofrimento e a morte do Seu Filho amado.
         "A iniquidade de Efraim está atada, o seu pecado está armazenado. Dores de mulher de parto lhe sobrevirão; ele é um filho insensato; porque é tempo e não está no lugar em que deve vir à luz.” (Oséias 13:12-13). Como as pessoas preferiram as trevas, abandonaram a luz, deixaram o Senhor, então Ele agora virá como o anjo vingador, e não existe modo de se safar a não ser o arrependimento legítimo e se converter a Ele, porque somente Nele existe vida e abundância, e fora Dele não há nada, só dor, sofrimento e destruição. "Eu os remirei da mão do inferno, e os resgatarei da morte. Onde estão, ó morte, as tuas pragas? Onde está, ó inferno, a tua perdição? O arrependimento está escondido de meus olhos.”(Oséias 13:14). Deus chama a morte, o sofrimento, para agir  na vida desses soberbos e desobedientes, e diz que não se arrependerá da sua decisão.  "Ainda que ele dê fruto entre os irmãos, virá o vento leste, vento do SENHOR, subindo do deserto, e secar-se-á a sua nascente, e secar-se-á a sua fonte; ele saqueará o tesouro de todos os vasos desejáveis.” (Oséias 13:15). Mesmo que a pessoa tente de todas as maneiras progredir, prosperar, o Senhor manda destruição, dor, enfermidade,  confusão, morte, ou seja, é impossível alguém  seguir, viver em paz e alegria,  se estiver em rebeldia. Portanto hoje é o seu dia, mude-se, converta-se e saia desse sofrimento antes que seja destruído(a) por inteiro(a); salve-se e salve os seus. "Samaria virá a ser deserta, porque se rebelou contra o seu Deus; cairão à espada, seus filhos serão despedaçados, e as suas grávidas serão fendidas pelo meio.”(Oséias 13:16)
 Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
                                            Pr.Henrique Lino

sexta-feira, 28 de março de 2014

SE FORTALECENDO NO SENHOR.

"No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder.” (Efésios 6:10)

            Tudo se resume em nos fortalecer no Senhor, ou seja, somente revestidos com o seu poder é que podemos vencer as inúmeras batalhas que surgem, e todas elas não são contra o ser  humano, são contra os demônios, contra o diabo. Devemos entender que fortalecer no Senhor é mais do que orar, mais do que rezar, ou fazer jejum, ir a igrejas e dizimar ofertas. Fortalecer no Senhor é se revestir da sua Palavra, é viver exclusivamente de acordo com os preceitos e ordenanças do Senhor. Assim como vestimos uma roupa, agasalhamo-nos em tempo de frio, sem querer deixar nada exposto para não nos resfriarmos, também devemos vestir a Palavra de Deus e não deixar nada para fora, assumir tudo, sabendo que, mesmo o que aos nossos olhos possa parecer insignificante para o Senhor é muito importante, e por um desses pequenos mandamentos que deixamos de cumprir podem estar a vida e a morte espiritual. "Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo.” (Efésios 6:11). Revestir, cobrir, blindar, proteger, ou seja, usar uma atitude de proteção, de defesa, e, portanto, se  a Bíblia, a Palavra de Deus manda que nos revistamos, nos defendamos, é porque existe um inimigo, e que esse inimigo ataca. Assim sendo, sabemos que a qualquer momento ou a todo o tempo somos bombardeados pelo inimigo de várias maneiras, porque esse inimigo prepara astutas ciladas, ou seja, ele usa de astúcia para fazer armadilhas nas quais, se não estivermos revestidos, podemos cair, nos tornar presas fáceis, e então sermos prisioneiros. Deus já nos disponibilizou toda armadura, toda proteção de que necessitamos para nos proteger de todas as armadilhas do inferno, e se a utilizarmos seremos sempre vencedores. Portanto, quando caímos e somos derrotados em alguma área, é porque saímos da Palavra de Deus, é porque desprezamos a armadura do Senhor e vestimos a nossa carnal, maligna, insensata, que infalivelmente conduz à derrota. Quando achamos que somos autossuficientes, que sabemos como agir e não precisamos viver e andar como o Senhor determinou, já estamos sendo prisioneiros no entendimento.
            "Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.” (Efésios 6:12).Portanto, sabendo que temos um inimigo, para o vencermos é necessário identificarmos esse ou esses inimigos, pois batalhas são ganhas com conhecimento. Assim, sabendo que os nossos inimigos não são pessoas, carne e sangue, não são as pessoas que muitas vezes nos ofendem, magoam, nos dão prejuízos, nos decepcionam, mas os espíritos malignos, os demônios que as fazem ter um procedimento que nos causam dano e ofendem, ou seja, são as ciladas do inimigo. Também devemos observar que os inimigos têm várias categorias potestades, principados, ou seja, uns mais cheios de artimanhas e forças que outros, que atacam em grupos as hostes ou legiões, os príncipes, a nata dos demônios, os espíritos, mais graduados nas maldades, e só podemos vencê-los todos combatendo com as armas que o Senhor nos dá, não lutando com a carne pela carne, mas com o espírito, pois as nossas lutas são espirituais. "Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes.” (Efésios 6:13). Devemos estar revestidos, porque, com certeza, os ataques virão; o dia mau existe e acontece com todos os cristãos e não cristãos; não existe a possibilidade de não sermos atacados, pois, se o nosso Mestre Jesus Cristo foi durante todo o seu ministério perseguido e atacado pelo inimigo, nós, como seus discípulos, com certeza também o seremos. Portanto, não existe o supercrente que não é atacado, todos o são, e,  por mais firmes que estejam na presença do Senhor, o ataque vem. O que devemos fazer é estar revestidos da Palavra de Deus para que possamos resistir, vencer as batalhas em nome de Jesus."Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça.” (Efésios 6:14). E a base para  vencermos é nos fundamentar sempre na Verdade, nos vestirmos da Verdade e da justiça, praticar e viver a justiça em todo o tempo e para com todos. Assim como os soldados romanos usavam  couraça para se proteger, nós usamos a couraça da justiça, e praticamos a Verdade, e sabemos que a Verdade é Jesus.
            "E calçados os pés na preparação do evangelho da paz” (Efésios 6:15). Viver na paz, praticar  paz, ter paz para com todos, uma vez que as nossas lutas  não são contra pessoas, mas espíritos. Logo, pratiquemos a paz, a que Jesus nos deu, nos deixou, e a todo o tempo ensinando todos a viverem em paz. Praticar a paz é ser pacífico, tranquilo, confiante, porque é necessário confiar, crer no Senhor para desfrutar a paz, e não esqueçamos que é um dos frutos do Espírito Santo."Tomando, sobretudo, o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno.” (Efésios 6:16).Somente pela fé, crendo no Senhor, na sua Palavra, podemos vencer, portanto o  nosso escudo, a nossa proteção peitoral, frontal, é a fé, somente ela pode apagar os dardos atirados pelo inimigo, porque, estando firmado na fé, no Senhor, não aceitamos sugestões e pensamentos contrários aos seus ensinamentos. "Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus.” (Efésios 6:17).Sobre a nossa cabeça tem que haver  o espírito da salvação, e caminhar, seguir com destino à vida eterna, e tudo fazer de acordo com a Palavra para obtermos a nossa salvação. Toda a nossa luta aqui se resume  somente nisto: salvação ou condenação, vida ou morte eterna. Para  conseguirmos vitórias, alcançar o nosso objetivo, é necessário fazermos uso a todo o tempo da espada do Espírito, e sabemos que espada é uma arma de ataque e defesa, e somente com ela podemos vencer, ela é a Palavra de Deus. Mas não nos esqueçamos jamais de orar, pedir socorro, ajuda,  proteção, e também agradecer ao Senhor. "Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos, e por mim; para que me seja dada, no abrir da minha boca, a palavra com confiança, para fazer notório o mistério do evangelho.” (Efésios 6:18-19).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
                         Pr.Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeusVisitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 
MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.
 

quinta-feira, 27 de março de 2014

O VERBO DE DEUS.

No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. (João 1:1-2)

            No princípio era o Verbo (Palavra), o início aconteceu com A Palavra,  ela estava com Deus e era o próprio Deus.  Jesus é o Verbo encarnado, é a Palavra, e Ele é Deus, e nós, atualmente, só o vemos como o Verbo, como a Palavra. Ele nos fala, nos ensina e opera pela Palavra. Não existe poder de Deus fora da Palavra, Deus anda na Palavra e todos nós o receberemos de acordo com a Palavra. Se quisermos falar com Deus, oremos; se quisermos ouvi-lo, leiamos a Bíblia, porque não existe revelação fora da Palavra. Como Deus age é na Palavra, sabemos como Ele trata cada questão. "E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele chama-se Fiel e Verdadeiro; e julga e peleja com justiça. E os seus olhos eram como chama de fogo; e sobre a sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escrito, que ninguém sabia senão ele mesmo. E estava vestido de veste tingida em sangue; e o nome pelo qual se chama é A Palavra de Deus.” (Apocalipse 19:11,13). Devemos compreender Jesus, compreender a Palavra, o Verbo, devemos praticar,  pois, quando praticamos  a Palavra, estamos obedecendo a Jesus; quando escutamos a Palavra, estamos escutando Jesus; e, da mesma maneira, quando lhe desobedecemos, também estamos sendo rebeldes  com Ele. Ninguém pode dizer que Deus lhe falou ou fala de alguma maneira, se o que a pessoa diz ou pratica não estiver de acordo com a Palavra, não estiver na Bíblia e de forma clara. "Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo.” (Hebreus 1:1,2). Deus, antes  no Velho testamento, falou de várias maneiras, como vemos nos livros dos profetas, tais como Isaías, Jeremias, Ezequiel e todos os outros; mas, depois da vinda de Jesus, Deus, que também é o Verbo, A Palavra, só fala por Ele, portanto, todos os  que se dizem profetas e falam  qualquer coisa que não está na Palavra de maneira clara está falsificando, adulterando e é demoníaco, ou engana.
            "Todas as coisas foram feitas por Ele, e sem Ele nada do que foi feito se fez. Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens. E a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam.”(João 1:3-5). Jesus, que é Deus, fez tudo, criou este mundo e tudo o que nele há. Ele é a Vida e veio para nos trazer Vida, dando a sua Vida por nós.  Ele é a Vida e a luz verdadeira que ilumina, pois, quando, estamos Nele, não há trevas. Todos os que não praticam ou não aceitam o Evangelho, a Palavra, estão em trevas. Devemos entender a profundidade do amor, da Palavra, pois muito se fala em amor, fala-se em Palavra, mas os  mesmos que deles falam, andam, vivem e pregam contra a Palavra, pregam contra o Filho de Deus, contra Jesus. Todos os que defendem o divórcio, a mentira, a desonestidade, as heresias, os comércios nas igrejas, as campanhas com fins lucrativos, todos esses são inimigos de Jesus e não o ouvem. "Houve um homem enviado de Deus, cujo nome era João.” (João 1:6).  João Batista foi enviado por Deus para falar, pregar, ensinar e preparar a vinda da Palavra, do Verbo; veio para falar sobre arrependimento, pregar o Batismo e receber o nosso Mestre. João Batista pregou e ensinou que todos devem abandonar o pecado se quiserem desfrutar da Graça, do perdão do Senhor. "Este veio para testemunho, para que testificasse da luz, para que todos cressem por ele. Não era ele a luz, mas para que testificasse da luz.”(João 1:7-8). João Batista veio para testemunhar sobre Jesus. Ele não era Jesus, era somente um servo, como o próprio Senhor Jesus disse, nascido de mulher; não existiu ninguém maior do que João Batista, ele veio falar de Jesus e também para que se cumprisse tudo a respeito da Palavra; ele batizou Jesus. "Ali estava a luz verdadeira, que ilumina a todo o homem que vem ao mundo. Estava no mundo, e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o conheceu. Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. "(João 1:9-11). Jesus criou o mundo e tudo o que nele há, inclusive o homem, e veio para este mundo para salvar a sua criação, que pelo pecado estava condenado  à morte eterna, mas que,  mesmo sendo criatura feitura Dele, não o conheceu, não reconheceu Nele o Messias, o Senhor, e não o aceitou. Jesus não foi aceito  pelos seus, ao contrário, foi  condenado, condenado pela própria criação.
            "Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome.” (João 1:12). Mas todos os que acreditaram Nele reconheceram Nele o Filho de Deus, receberam e recebem a paternidade, recebem poder, recebem a adoção e são seus filhos; portanto, com direito à herança, à vida em abundância e vida eterna. É algo fantástico poder ser chamado de Filho do Criador, e com todas as prerrogativas, podendo falar no seu nome, podendo agir com autoridade no nome de Jesus, e desfrutar de Vida em abundância. "Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.” (João 1:13). Os filhos de Deus se tornam filhos não por nascerem de um parto, como todos  nós nascemos, mas  por nascerem da vontade de Deus, ou seja,  quando o reconhecem como Pai e renunciam a  todos os prazeres mundanos, rejeitam os manjares do diabo e concordam com os preceitos e ordenanças, quando assumem a Palavra de Deus. "E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.” (João 1:14).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
                              Pr.Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeusVisitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 
MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.
 

quarta-feira, 26 de março de 2014

CONDENANDO O PECADO.

"E no ano quinze do império de Tibério César, sendo Pôncio Pilatos presidente da Judéia, e Herodes tetrarca da Galiléia, e seu irmão Filipe tetrarca da Ituréia e da província de Traconites, e Lisânias tetrarca de Abilene, sendo Anás e Caifás sumos sacerdotes, veio no deserto a palavra de Deus a João, filho de Zacarias.” (Lucas 3:1,2)

            Aqui nesses versículos a Bíblia nos mostra a época e quais  eram as autoridades políticas e religiosas daquela região de Israel. Lucas, sendo um homem culto para a época, mesmo porque era médico, então usa de minúcias para expressar a Palavra de Deus. Após quatrocentos anos sem revelar a sua Palavra a profeta algum, o Senhor levantou João Batista para pregar o batismo do arrependimento e o perdão dos pecados. O objetivo desta mensagem é mostrar a primeira pregação legítima depois de quatrocentos anos, e veremos como agiu aquele que foi enviado para preparar o caminho do Senhor, assim como nós fomos chamados para preparar a volta de Jesus. "E percorreu toda a terra ao redor do Jordão, pregando o batismo de arrependimento, para o perdão dos pecados;” (Lucas 3:3).  Os judeus pensavam que, para herdar o Reino de Deus, bastava ser descendente de Abraão; contudo, João deixa claro que, se não dessem frutos dignos de arrependimento, não escapariam da ira do Senhor. A pregação do novo testamento na nova aliança inicia com o preparador do caminho do Senhor condenando de forma clara o pecado e chamando ao arrependimento, não pregando facilidades ou bênçãos, mas obediências e arrependimento. E esse homem tinha uma maneira peculiar de viver, pois vivia no deserto e se alimentava de gafanhoto e mel silvestre. João Batista percorreu toda a região do Jordão pregando o arrependimento para o perdão dos pecados, ou seja, as pessoas são perdoadas se elas se arrependerem, e arrependimento é abandono, mudança de direção, é quando se descobre que está errado e se muda de direção.
            "Segundo o que está escrito no livro das palavras do profeta Isaías, que diz: Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor; Endireitai as suas veredas.” (Lucas 3:4).João Batista veio para preparar o caminho para a primeira vinda do Senhor, para ensinar ao povo a verdade a respeito da salvação, da Graça; e nós todos somos enviados também para preparar o caminho para a segunda vinda do Nosso Senhor. "Todo o vale se encherá, E se abaixará todo o monte e outeiro; E o que é tortuoso se endireitará, E os caminhos escabrosos se aplanarão; E toda a carne verá a salvação de Deus.” (Lucas 3,6).  É a nossa obrigação pregar e ensinar sobre a vinda de Jesus, pregar sobre a salvação, chamar o povo ao arrependimento, falar sobre a vida futura ou morte, falar menos de bênçãos e falar mais de vida, de compromisso, e obediências. Devemos ter menos preocupações em encher igrejas, ou templos, igrejas grandiosas, preocupar-nos menos com finanças, e em agradar o povo, e realmente nos preocupar em agradar a Deus, fazer a sua vontade, preparar o povo para a volta do Senhor. "Dizia, pois, João à multidão que saía para ser batizada por ele: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira que está para vir?” (Lucas 3:7). Observemos que a pregação de João era dura, autêntica, pois, como ele não tinha compromisso de encher igrejas, nem de arrecadar fundos e ofertas, ele pregava e falava somente a verdade. João Batista não tinha acordo com os hipócritas e pecadores, que hoje lotam as igrejas, com os quais os pregadores da atualidade concordam desde que façam boas ofertas. João Batista e a sua igreja não toleravam divórcio e segundo casamento, prova tal que foi por esse motivo que ele foi morto, não concordava com ladrões ou mentirosos, nem corruptos, e ele não pregava sobre bênção, mas sobre salvação. "Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento, e não comeceis a dizer em vós mesmos: Temos Abraão por pai; porque eu vos digo que até destas pedras pode Deus suscitar filhos a Abraão.” (Lucas 3:8).João ensinava que a salvação, o perdão, só acontece quando tomamos consciência dos nossos erros e pecados e os abandonemos. Arrependimento não é remorso, porque remorso traz dor e tristeza, arrependimento é simplesmente abandono do erro, mudança de direção.

"E também já está posto o machado à raiz das árvores; toda a árvore, pois, que não dá bom fruto, corta-se e lança-se no fogo.” (Lucas 3:9).  A sentença já foi lavrada, e para todos os que não obedecem à Palavra de Deus, não praticam a sua Palavra, só restarão dor, sofrimento e morte eterna, se não se arrependerem e buscarem a salvação; a graça, o favor imerecido, só os alcançaremos se a respeitarmos, se aceitarmos viver no Reino, se andarmos pelo Caminho que se chama Jesus. "E a multidão o interrogava, dizendo: Que faremos, pois? E, respondendo, ele disse-lhes: Quem tiver duas túnicas, reparta com o que não tem, e quem tiver alimentos, faça da mesma maneira.” (Lucas 3:10,11). Ensinava  a misericórdia, o amor, ensinava a compartilhar, a não ser mesquinho; e é isso que devemos ensinar, e não ficar falando em bênção e mais bênção e vitórias materiais aqui, porque são pregações mentirosas e antibíblicas. Devemos condenar o egoísmo, a avareza, a mentira, a soberba e todo tipo de exaltação, ser radicais contra todo tipo de desonestidade. "E chegaram também uns publicanos, para serem batizados, e disseram-lhe: Mestre, que devemos fazer? E ele lhes disse: Não peçais mais do que o que vos está ordenado.” (Lucas 3:12,13)"E uns soldados o interrogaram também, dizendo: E nós, que faremos? E ele lhes disse: A ninguém trateis mal nem defraudeis, e contentai-vos com o vosso soldo.” (Lucas:14). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
                              Pr.Henrique Lino

terça-feira, 25 de março de 2014

FERMENTO DOS FARISEUS.

Ajuntando-se, entretanto, muitos milhares de pessoas, de sorte que se atropelavam uns aos outros, começou a dizer aos seus discípulos: Acautelai-vos primeiramente do fermento dos fariseus, que é a hipocrisia.(Lucas 12:1)



         Onde Jesus estavam sempre havia uma multidão, e por variados motivos. Jesus, observando isso, ensinava aos seus discípulos – na verdade, o Senhor não perdia nenhuma oportunidade de ensinar e aproveitava todos os exemplos. Ali, aquele povo que o buscava queria somente milagres; outros queriam levantá-lo rei físico da nação de Israel; havia os curiosos, e também quem realmente queria ouvir a Palavra. Então Jesus chamou a atenção dos seus discípulos para não se deixarem enganar pela aparência e nem criarem no coração pensamento de exaltação e soberba, para não serem iguais aos fariseus, que gostavam de ser reconhecidos nas ruas, gostavam de ser adorados, e também como o povo, que vinha com bajulações mentirosas e não buscava a Deus, somente bênçãos. "Mas nada há encoberto que não haja de ser descoberto; nem oculto, que não haja de ser sabido.” (Lucas 12:2). O Senhor ainda alerta que nada fica oculto, tudo o que pensamos, imaginamos, com certeza está claro aos olhos do Senhor, e receberemos tratamentos de acordo com os nossos pensamentos; é impossível enganar o Senhor, não adianta tentar bajular, enganar, nem buscar somente bênçãos sem a intenção de ter compromisso com Ele. Não adianta falar em amor, mas com o coração cheio de rebeldia, desobediência e ódio; nada há encoberto diante do Senhor. "Porquanto tudo o que em trevas dissestes, à luz será ouvido; e o que falastes ao ouvido no gabinete, sobre os telhados será pregoado.” (Lucas12:3). Tudo o que falamos, planejamos, ainda é mais sério, porque as palavras que saem das nossas bocas, mesmo que ninguém as ouça, no mundo espiritual todos as ouvirão, inclusive o adversário, o diabo, e com certeza a usará contra  nós e para nos acusar, para sempre  mostrar, lembrar ao Senhor, e assim conseguir permissão para nos causar dano, e como temos pensamentos, palavras, pecados escondidos, Deus não pode negar o pedido do diabo.
            "E digo-vos, amigos meus: Não temais os que matam o corpo e, depois, não têm mais que fazer.” (12:4). O que devemos saber é que não devemos temer nada e nem ninguém, somente o Senhor, porque o pior que alguém pode nos fazer é tirar a nossa vida, destruir nosso corpo físico, mas mesmo assim continuaremos vivendo por toda a eternidade com o Senhor, se estivermos vivendo com Ele aqui, e mesmo alguém, para nos destruir aqui, só é possível com a vontade ou permissão do Senhor. Mas devemos saber que quem pode nos destruir aqui, ou melhor, tirar a nossa vida física, morrermos, é o Senhor, e também fazer com que enfrentemos a morte eterna, porque, se não estivermos com Ele, estamos contra Ele, e estando contra, morremos duplamente. "Mas eu vos mostrarei a quem deveis temer; temei aquele que, depois de matar, tem poder para lançar no inferno; sim, vos digo, a esse temei.” (Lucas 12:5). Somente o Senhor tem o poder de vida e morte em suas mãos, somente Ele pode nos dar vida, nos proteger, e também somente Ele pode permitir que morramos aqui fisicamente e também espiritualmente, que passemos toda a eternidade em sofrimentos e morte. "Não se vendem cinco passarinhos por dois ceitis? E nenhum deles está esquecido diante de Deus. E até os cabelos da vossa cabeça estão todos contados. Não temais, pois; mais valeis vós do que muitos passarinhos.”(Lucas 12:6,7). Deus tudo sabe e vê, conhece o profundo e o escondido, e  conhece a todos de forma individual e o chama pelo nome,  Ele, o Senhor, sabe até quantos fios de cabelos temos, enquanto  isto é impossível para qualquer ser humano ou máquina. Assim como o Senhor conhece cada ser vivo, cada animal e ave, e nada se perde, muito mais somos nós, que fomos feitos à imagem e semelhança Dele.
"E digo-vos que todo aquele que me confessar diante dos homens também o Filho do homem o confessará diante dos anjos de Deus. Mas quem me negar diante dos homens será negado diante dos anjos de Deus.” (Lucas 12:8,9). Confessar o Senhor diante dos homens é muito mais do que falar o seu nome, é muito mais do que ir a uma igreja e  lá na frente falar que aceita o Senhor como único e suficiente salvador. Confessar o Senhor é  fazer isso  todas horas e dias com a boca, o gesto, o caráter, as ações, como o modo de ser  e viver; é como  ser em casa, no trabalho, e em toda parte, é como trata a esposa, o marido, os filhos, os pais, patrões, e todos em geral; é  viver a Palavra, o Verbo, que é Jesus; é não ter vergonha de viver o Evangelho. Confessar o Senhor não é ir à igreja todos os dias, ou carregar bíblia, mas mostrar Jesus, praticar amor, perdão. Negar o Senhor é viver no pecado, na mentira e engano, ser hipócrita, falar que é evangélico, ir à igreja, mas mentir, enganar, guardar ódio e maldade no coração; viver em adultério e em segundo casamento, em divórcio, em prostituição, desonestidade, comércio errado. Negar ou confessar o Senhor é um ato muito maior do que só abrir a boca, é conversão, aceitação ou negação do Evangelho."E a todo aquele que disser uma palavra contra o Filho do homem ser-lhe-á perdoada, mas ao que blasfemar contra o Espírito Santo não lhe será perdoado.” (Lucas 12:10). Todos os que de forma frontal forem contra a Palavra, contra  Jesus, contra o Espírito Santo,  negando, ofendendo de forma consciente, não terão perdão, e experimentarão a segunda morte. "E, quando vos conduzirem às sinagogas, aos magistrados e potestades, não estejais solícitos de como ou do que haveis de responder, nem do que haveis de dizer. Porque na mesma hora vos ensinará o Espírito Santo o que vos convenha falar.” (Lucas 12:11,12).  Em todo o tempo devemos viver o Evangelho sem temer nada nem ninguém, somente ao Senhor, que tem todo o poder, e Ele sempre nos protegerá e colocará palavras na nossa boca para dizermos a todos.

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
                             Pr.Henrique Lino 
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeusVisitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 
MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.

FERMENTO DOS FARISEUS

segunda-feira, 24 de março de 2014

PUNIDOS PELA DESOBEDIÊNCIAS.

Assim diz o SENHOR: Eis que levantarei um vento destruidor contra babilônia, e contra os que habitam no meio dos que se levantam contra mim. (Jeremias 51:1)

        Deus levantou a Babilônia para punir Israel, que estava em total desobediência. O povo de Deus estava adulterando, pois adorava imagens, ídolos, os balaains da vida. Então o Senhor levantou o rei Nabucodonosor, rei da Babilônia, e o encheu de poder, e daí a Babilônia se transformou no maior poderio bélico, financeiro e territorial da época. A função de Nabucodonosor era ser usado para trazer juízo a Israel, levá-los ao cativeiro, e depois de setenta anos seriam libertos, assim como o foram, e - também como estava prescrito na Palavra do Senhor - por esse mesmo profeta. Mas a Babilônia se ensoberbeceu e praticou crueldade muito além, fez o que o Senhor não tinha permitido, escravizou de forma covarde, ultrapassou limites. Também adorava ídolos e desprezou a Deus, e por isso Deus deu a sentença e, portanto, o próprio Deus a destruiu se levantou contra ela. Assim somos nós todas as vezes que ensoberbecemos, quando achamos que o que temos, o que possuímos, foi conquistado por nós mesmos, pela nossa força e inteligência. Quando desprezamos o Senhor, somos então abatidos, e até mesmo destruídos, para que aprendamos a conhecer e dar Honra e Glória a Ele. "E enviarei padejadores contra babilônia, que a padejarão, e despejarão a sua terra; porque virão contra ela em redor no dia da calamidade.” (Jeremias 51:2). O Senhor é que envia, permite que o mal nos atinja. O que devemos saber é que nada, absolutamente nada pode acontecer no mundo sem a vontade ou consentimento Dele, pois Ele é o Criador de tudo, e não existe ninguém nem força alguma que possa combater, desafiá-lo, uma vez que Ele é soberano. Portanto, quando o desobedecemos, o afrontamos, Ele mesmo permite que o mal venha sobre a nossa vida, nossa casa. A única maneira de combater o mal que abate sobre nós é curvando-nos ao Senhor, é nos submetendo a Ele, e buscando os seus cuidados. Com certeza, quando fazemos isso, tornamo-nos vitoriosos e tudo recebemos, pois Ele sabe e tem poder para cuidar. Mas, se formos arrogantes, seremos abatidos e viveremos em desgraças e sofrimentos.
            "O flecheiro arme o seu arco contra o que arma o seu arco, e contra o que se exalta na sua couraça; e não perdoeis aos seus jovens; destruí a todo o seu exército. E os mortos cairão na terra dos caldeus, e atravessados nas suas ruas.” (Jeremias 51:3,4). Deus levanta, permite que  o desemprego, as dívidas, a separação, o divórcio, a enfermidade, a perturbação, a confusão venham sobre as nossas vidas e casa, por nossa desobediência e arrogância. Mas, quando reconhecemos o seu poder e nos voltamos para Ele, todo esse mal é pisado, o mal vai embora, a enfermidade é curada,  as dívidas são pagas, o casamento é restaurado, o emprego aparece, a confusão some, e todos esses males são  destruídos pelo Senhor. "Porque Israel e Judá não foram abandonados do seu Deus, do Senhor dos Exércitos, ainda que a sua terra esteja cheia de culpas contra o Santo de Israel.” (Jeremias 51:5). Porque, se fomos entregues à própria sorte, se o Senhor nos deixou, assim como tinha deixado Israel e Judá, é pela nossa desobediência, mas, se nos arrependermos, nos voltarmos para Ele, com certeza o mal cessará. Mas isso somente acontecerá se for de coração, se for uma conversão verdadeira, porque simplesmente pensando que podemos enganar o Senhor, somente querendo nos livrar do problema e da dor, e logo voltar ao pecado, com certeza nada conseguiremos, porque o Senhor conhece o nosso interior e os desejos dos nossos corações. "Fugi do meio de babilônia, e livrai cada um a sua alma, e não vos destruais na sua maldade; porque este é o tempo da vingança do SENHOR; que lhe dará a sua recompensa.” (Jeremias 51:6). Mas o Senhor hoje nos manda fugir dessa prisão, desse cativeiro, do mal, do sofrimento, e da dor que estivermos passando, não importa em qual área, o Senhor nos convida a sair. Ele quer nos perdoar, deseja que nos reconciliemos com Ele. Não importa qual tenha sido o nosso inimigo, o que o Senhor tenha permitido ou enviado contra nós, se nos voltarmos para o Senhor, Ele vai destruir o mal, o próprio Senhor é quem combaterá por nós, ficaremos livres se nos reconciliarmos com Ele. "Babilônia era um copo de ouro na mão do SENHOR, o qual embriagava a toda a terra; do seu vinho beberam as nações; por isso as nações enlouqueceram.” (Jeremias 51:7).O mal que nos abateu, todos os problemas que nos aconteceram, tudo o que o Senhor nos deu a beber agora  está contra todos os nossos problemas, ou melhor,  todos sumirão se nos voltarmos para Ele de coração, se nos arrependermos das nossas desobediências, se deixarmos as nossas arrogâncias soberbas e as desobediências de lado.
"Num momento caiu babilônia, e ficou arruinada; lamentai por ela, tomai bálsamo para a sua dor, porventura sarará.” (Jeremias 51:8). Assim como o mal veio, em um instante sumirá, não importa que tipo de mal, seja físico, espiritual, da área sentimental, da saúde ou financeira, com certeza acabará, e não mais se levantará contra nós se realmente  fizermos do Senhor nossa fortaleza, nossa moradia. "Queríamos curar babilônia, porém ela não sarou; deixai-a, e vamo-nos cada um para a sua terra; porque o seu juízo chegou até ao céu, e se elevou até as mais altas nuvens.” (Jeremias 51:9). O Senhor quer nos curar, nos salvar, mas, se teimarmos em ser desobedientes, seremos como a Babilônia, que antes era uma taça de ouro do Senhor e foi abatida, portanto a escolha é nossa;  temos que ser inteligentes e saber que aquele que não é com o Senhor é contra Ele.  Deus ama o pecador, porém odeia o pecado, e todos os que amam o pecado são inimigos de Deus e serão abatidos. O Senhor é justo, e por isto louvemos a Ele. "O Senhor trouxe a nossa justiça à luz; vinde e contemos em Sião a obra do Senhor, nosso Deus.” (Jeremias 51:10).
 Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
                                Pr.Henrique Lino 
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeusVisitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 
MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.
 

sexta-feira, 21 de março de 2014

MEDITANDO E ANALISANDO.

Ó Senhor, tu és o meu Deus; exaltar-te-ei, e louvarei o teu nome, porque fizeste maravilhas; os teus conselhos antigos são verdade e firmeza. (ISAÍAS. 25:1)

        Reconhecermos a soberania, o poder de Deus, é nossa obrigação e também é a maneira inteligente de vermos a vida, pois não temos onde olhar que não vejamos o poder e a força do Senhor, uma vez que tudo foi Criado por Ele e para Ele, para louvá-lo.  Ser inteligente, ser sábio é meditar na Palavra de Deus, nos seus testemunhos, e analisar a obra do Senhor, e louvar, exaltar, glorificar sempre o sem nome, pois somente Ele é Deus, e todo poder pertence a Ele. Fora Dele não há nada, somente morte, dor, tristeza. "Porque da cidade fizeste um montão de pedras, e da cidade forte uma ruína, e do paço dos estranhos, que não seja mais cidade, e jamais se torne a edificar.” (Isaías 25:2). Quem muda, transforma, derruba é o Senhor. Se o Senhor derrubar uma cidade e não quiser que ela mais se levante, ninguém conseguirá erguê-la. Assim também é com as pessoas. Quem as levanta e as coloca de pé é o Senhor, e, quando são arrogantes, o Senhor as abate, e  ninguém conseguirá erguê-las até que se convertam, reconheçam o poder do Senhor e saibam que todos nós, seres humanos, somos simplesmente criaturas, feituras do Senhor, filhos somente os que o reconhecem como Pai e o adoram não só com palavras vazias, mas com o seu interior, com tudo, principalmente o seu viver. "Por isso te glorificará um povo poderoso, e a cidade das nações formidáveis te temerá.” (Isaías 25:3). Por isso o povo que o adora em verdade e em espírito é um povo forte, um povo vitorioso, pois conhece o Senhor e o adora, e o Senhor, o Deus todo poderoso, o Criador de tudo, o protege, e cuida de forma formidável e maravilhosa de cada um de maneira individual, não permitindo que nada o atinja. E todos temem os verdadeiros adoradores, os filhos, os obedientes, pois têm um Pai que Neles está sim e o amam.
            "Porque foste a fortaleza do pobre, e a fortaleza do necessitado, na sua angústia; refúgio contra a tempestade, e sombra contra o calor; porque o sopro dos opressores é como a tempestade contra o muro.”(Isaías 25:4). O Senhor é a solução de todos os problemas  dos tementes a Ele, dos adoradores, porque Ele protege,  cuida dos pobres, e estes de nada têm falta, vivem na fortaleza onde nada, absolutamente nada podem os atingir. E todos os que necessitam de algo encontram na Rocha  a sua morada,  proteção e cuidados, que vêm do Senhor. Em meio às tempestades estão firmes, pois sabem que logo passará e que não serão abalados. Olham e escutam o barulho dos ventos, mas nada  temem, pois o Senhor é quem os guarda.  O Senhor protege do calor e de todos os que tentam fazer mal, atacar os seus filhos, seus escolhidos. Os que são obedientes a sua Palavra têm o Senhor ao seu lado, e quem os atacar enfrentará a ira do Senhor. Portanto, a derrota é certa, e os filhos sempre desfrutam de vitórias em todas as áreas. "Como o calor em lugar seco, assim abaterás o ímpeto dos estranhos; como se abranda o calor pela sombra da espessa nuvem, assim o cântico dos tiranos será humilhado.” (Isaías 25:5). Mas todos os soberbos, os arrogantes, os religiosos, todos os que somente falam o nome do Senhor, mas não obedecem aos seus preceitos, a suas ordenanças, simplesmente oram, rezam, vão a igrejas e fazem outras coisas, mas não se submetem aos mandamentos do Senhor, todos estes são abatidos e vivem em meio a lutas, sofrimentos, confusão, morte, separação, e todo tipo de misérias. Vivem em humilhação, pois o Senhor assim o determinou, até que se convertam. "E o Senhor dos Exércitos dará neste monte a todos os povos uma festa com animais gordos, uma festa de vinhos velhos, com tutanos gordos, e com vinhos velhos, bem purificados.” (Isaías 25:6). Mas os seus filhos são convidados a participar da festa oferecida pelo Senhor, a desfrutar das abundâncias, da fartura que há em Deus, em que toda enfermidade é tratada, e todos recebem a cura de todos os males, em que existe alegria, paz e serenidade, e somente verão os ímpios, os desobedientes sendo destruídos. "E destruirá neste monte a face da cobertura, com que todos os povos andam cobertos, e o véu com que todas as nações se cobrem.” (Isaías 25:7). A hipocrisia, a falsidade, o engano, a mentira, tudo será destruído e todos mostrarão a sua face, porque tudo está patente aos olhos de Deus, uma vez que Dele nada fica oculto.
            "Aniquilará a morte para sempre, e assim enxugará o Senhor DEUS as lágrimas de todos os rostos, e tirará o opróbrio do seu povo de toda a terra; porque o SENHOR o disse.” (Isaías 25:8). A morte, que era o último inimigo a ser vencido pelo Senhor, Jesus já a derrotou e, portanto, os filhos de Deus têm vida por toda a eternidade, e na nova vida não existe lugar para lágrimas, para dor ou sofrimento, pois todos os filhos passarão toda a eternidade na companhia do Pai, somente o adorando. "E naquele dia se dirá: Eis que este é o nosso Deus, a quem aguardávamos, e ele nos salvará; este é o Senhor, a quem aguardávamos; na sua salvação gozaremos e nos alegraremos.” (Isaías 25:9). Temos a salvação no Senhor, temos toda proteção e vida Nele. Basta acreditarmos, praticar a fé, obedecer, viver o Evangelho e não somente falar em amor, mas viver plenamente o amor, que é Deus. "Porque a mão do Senhor descansará neste monte; mas Moabe será trilhado debaixo dele, como se trilha a palha no monturo. E estenderá as suas mãos por entre eles, como as estende o nadador para nadar; e abaterá a sua altivez com as ciladas das suas mãos. E abaixará as altas fortalezas dos teus muros, abatê-las-á e derrubá-las-á por terra até ao pó.” (Isaías 25:10,12).
 Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,
                              Pr.Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeusVisitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 
MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.

DIVIDINDO OS DESPOJOS.

Tendo, pois, os soldados crucificado a Jesus, tomaram as suas vestes e fizeram quatro partes, para cada soldado uma parte; e também a túnica. A túnica, porém, tecida toda de alto a baixo, não tinha costura. (João 19:23)

            Quando prenderam Jesus e o conduziram para a crucificação, o despojo, ou melhor, a herança física Dele foi somente as suas roupas, as suas vestes, que foram divididas  pelos guardas, e ainda  jogaram sorte para ver  quem ficaria com a túnica, e tudo isto já estava previsto, porque o Antigo Testamento está repleto de profecias a respeito do Messias:"Repartem entre si as minhas vestes e lançam sortes sobre a minha roupa”.(Salmos 22:12). Jesus,  o filho de Deus veio ao mundo, nasceu em uma manjedoura, um lugar para animais, apesar de ser o Dono de tudo. Deus poderia ter escolhido um palácio para que Ele nascesse, mas não foi assim, e, quando morreu, nada tinha a não ser a roupa do corpo. Herança física não deixou, mas nos fez ricos Nele, pois a sua preocupação era e é com a nossa salvação: "Disseram, pois, uns aos outros: não a rasguemos, mas lancemos sortes sobre ela, para ver de quem será. Para que se cumprisse a Escritura que diz: Repartiram entre si as minhas vestes, e sobre a minha vestidura lançaram sortes.” (João 19:24). A preocupação do Senhor era cumprir todos os mandamentos, os preceitos do Pai, pois  tudo já estava determinado e  Nele se cumpriu toda revelação, toda profecia a respeito do Messias.  Jesus tinha preocupação com a comunhão dos que são luz, prova tal que Maria, sua mãe terrena, era convertida, mas os seus filhos ainda não o eram, e a conversão deles, principalmente de Judas e Tiago, só veio a acontecer depois da sua morte, e por isto deu encargos ao discípulo João. "E junto à cruz de Jesus estava sua mãe, e a irmã de sua mãe, Maria mulher de Clopas, e Maria Madalena. Ora Jesus, vendo ali sua mãe, e que o discípulo a quem ele amava estava presente, disse a sua mãe: Mulher, eis aí o teu filho.” (João 19:25-26). João, o autor deste Evangelho, que se identifica como o discípulo a quem Jesus amava, nos fala que  Ele olhou para Maria e disse que João seria seu filho, ou seja, para ir com ele, cuidar dele como mãe, pois ambos eram convertidos.
            "Depois disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. E desde aquela hora o discípulo a recebeu em sua casa.”(João 19:27). E  determinou a João que recebesse e cuidasse de Maria como se fosse a sua própria mãe, e  foi o que aconteceu, e sempre estavam juntos e perseverando em orações,  e essa perseverança deu frutos, porquanto, depois da ascensão, ela e os irmãos de Jesus estavam com os apóstolos em oração, esperando o Espírito Santo. "Depois, sabendo Jesus que já todas as coisas estavam terminadas, para que a Escritura se cumprisse, disse: Tenho sede.” (João 19:28). Jesus, vendo que tinha concluído toda a sua obra, tinha feito tudo o que o Pai tinha determinado que fizesse,  no último ato que dependia Dele, pois a Escritura já citava esse gesto, então Ele pediu água. "Deram-me fel por mantimento, e na minha sede me deram a beber vinagre.” (Salmos 69:21). Quando Jesus pediu água, Ele sabia que iriam lhe trazer vinagre, pois era a Palavra."Estava, pois, ali um vaso cheio de vinagre. E encheram de vinagre uma esponja, e, pondo-a num hissope, lha chegaram à boca. E, quando Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito.” (João 19:29-30). A função do vinagre era, naquela época, a de anestésico, ou seja, uma vez que a morte na cruz, ou por crucificação, se dá na verdade por sufocação, porque a pessoa crucificada, para manter a respiração, tem que fazer forças para se sustentar, erguer, e assim respirar, com o cansaço, ou estão anestesiado, não faz esse esforço e morre  logo.  Quando o ultimo ato previsto nas Escritura  foi cumprido, Jesus então se entregou, entregou o seu Espírito, eles não mataram Jesus. Ele se entregou por nós. "Os judeus, pois, para que no sábado não ficassem os corpos na cruz, visto como era a preparação (pois era grande o dia de sábado), rogaram a Pilatos que se lhes quebrassem as pernas, e fossem tirados.” (João 19:31). Prova tal que os judeus não queriam deixar as cruzes no dia de sábado foi que mandaram que quebrassem as pernas, pois  a pessoa com as pernas quebradas não teria como se sustentar na cruz e erguer-se para respirar. Portanto, queriam que Jesus morresse logo, mas não sabiam que Ele já tinha se entregado, para que se cumprisse outra profecia a seu respeito.
            "Foram, pois, os soldados, e, na verdade, quebraram as pernas ao primeiro, e ao outro que como ele fora crucificado. Mas, vindo a Jesus, e vendo-o já morto, não lhe quebraram as pernas. "(João 19:32-33). Deus, como diz a Escritura, já tinha predito que nenhum osso se quebraria Dele, portanto, ao encontrá-lo já morto, não houve mais a necessidade de lhe quebrar a perna. A Palavra se cumpre. (Ele lhe guarda todos os seus ossos; nem sequer um deles se quebra. Salmos 34:20). Jesus morreu voluntariamente por nós, e com isso o diabo foi derrotado, o pecado vencido, e o homem resgatado das trevas e transportado para o Reino do Filho de Deus."Contudo um dos soldados lhe furou o lado com uma lança, e logo saiu sangue e água. E aquele que o viu testificou, e o seu testemunho é verdadeiro; e sabe que é verdade o que diz, para que também vós o creiais.” (João 19:34-35). O soldado o furou, mas saiu água e sangue,  somente vida tinha em Jesus, pois Ele é vida. "Porque isto aconteceu para que se cumprisse a Escritura, que diz: Nenhum dos seus ossos será quebrado. E outra vez diz a Escritura: Verão aquele que traspassaram.” (João 19:36-37).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
                                     Pr.Henrique Lino 
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeusVisitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 
MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.