EVANGELIZAR.

NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

segunda-feira, 31 de julho de 2017

JULGANDO E SENDO JULGADO

"Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; soltai, e soltar-vos-ão." (Lucas 6:37)

         Esse é um versículo muito mal interpretado, porque as pessoas gostam de justificar suas omissões, seus pecados, afirmando que não podemos julgar ninguém. Mas isso ocorre exatamente por falta de cultura bíblica, por falta de as pessoas, ao invés de lerem as suas bíblias, elas lerem e acreditarem em versículos aleatórios. Não podemos nos firmar somente em um versículo, devemos sempre entender o contexto. As pessoas têm o terrível hábito de transformar esse texto em dois entendimentos diferentes, e ambos os entendimentos são errados e contrários ao que Jesus está dizendo. Primeiro, o Senhor está nos mostrando que devemos julgar, mas primeiro julgar a nós mesmos, porque, antes de apontarmos os erros dos outros, devemos olhar os nossos. Não podemos julgar, falar dos outros se também estivermos em erro, não é necessário ser o mesmo erro, o mesmo pecado, mesmo que seja qualquer outro, é necessário primeiro nos limpar, porque, assim como fazemos julgamentos injustos, também os receberemos da mesma maneira, pois, praticando injustiças, nós os receberemos de forma mais abundante. "Daí, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando, vos deitarão no vosso regaço; porque com a mesma medida com que medirdes também vos medirão de novo." (Lucas 6:38). Muitos pregadores têm ensinado errado à igreja, a suas ovelhas, porque separam esse versículo do outro anterior e citam esse como se Jesus estivesse falando de bênçãos, como se estivesse falando que vai abençoar de maneira grandiosa e abundante; mas não é isso, ao contrário, Jesus continua falando de julgamento. Está falando que, assim como julgarmos, seremos julgados de forma mais abundante, se formos injustos, receberemos também igualmente a injustiça. Assim como nos esquecemos dos nossos erros e apontamos os dos outros, também seremos julgados, porque é nosso dever nos santificar, fugir de todos os pecados e amar o próximo, porque, se amamos o próximo, devemos julgar os seus erros para que ele se arrependa e os abandone. Mas não adianta se estivermos na mentira e julgarmos o adultério, ou roubo, ou qualquer outro pecado, porque para Deus não existe pecadinho ou pecadão, somente o pecado. Antes de criticarmos, apontarmos, fazermos fofocas falando dos erros alheios, é necessário nos examinar. Para apontar as sujeiras dos outros, é necessário estarmos limpos, não importa o erro, o pecado, porque pecado é pecado. Se julgarmos os outros estando em erro, receberemos bem mais do que fizermos.
 "E dizia-lhes uma parábola: Pode porventura o cego guiar o cego? Não cairão ambos na cova? O discípulo não é superior a seu mestre, mas todo o que for perfeito será como o seu mestre." (Lucas 6:39-40). Um cego, se for guia de um outro cego, ambos irão cair no buraco ou colidir com todos os obstáculos que encontrarem pela frente, isto porque ambos são cegos. Assim também alguém que estiver em alguma espécie de erro, de desobediência à Palavra de Deus, de algum pecado, se for julgar, ensinar outro, com certeza estará fazendo de maneira errada e desonesta. Por esse motivo devemos sempre e em todo tempo nos examinar para ver se estamos vivendo de acordo com a Palavra de Deus, se realmente somos seguidores de Jesus, porque, se estivermos, então estamos habilitados para condenar, apontar, julgar qualquer erro, estamos sendo perfeitos, principalmente, no nosso meio. Devemos julgar principalmente quem está no nosso meio, quem se diz crente, evangélico, gospel ou outro título qualquer que os identifique como cristãos, porque estes conhecem a Palavra de Deus, já quem está no mundo não podemos julgar, uma vez que não conhece a Verdade, está na ignorância, e se o julgarmos, receberemos mais duros julgamentos. Por isso é nossa responsabilidade julgar, mas antes disso é nosso dever, obrigação, sermos limpos e vivermos de acordo com o Evangelho. Temos que compreender que omissão é pecado, porque a Palavra de Deus diz: "aquele pois que que sabe fazer o bem e não o faz comete pecado" (Tiago 4:17) Não podemos nos omitir em julgar, mas, principalmente, devemos viver em santidade para que possamos exercer um julgamento justo, porque com mais intensidade seremos julgados, com medida recalcada e sacudida. Se somos cristãos, devemos agir como o nosso Mestre, porque cristãos quer dizer seguidores, imitadores de Jesus. E o Senhor fará o maior julgamento de todos nós, e receberemos de acordo com as nossas obras. "E por que atentas tu no argueiro que está no olho de teu irmão, e não reparas na trave que está no teu próprio olho? Ou como podes dizer a teu irmão: Irmão, deixa-me tirar o argueiro que está no teu olho, não atentando tu mesmo na trave que está no teu olho? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então verás bem para tirar o argueiro que está no olho de teu irmão." (Lucas 6:41-42). Como podemos condenar os pecados dos outros se estamos cometendo semelhantes? Só de fazer o julgamento indevido, impróprio por estarmos sujos, estamos pecando mais, estamos acrescentando pecado em cima de pecado. Por tal motivo, é necessário que façamos o julgamento de todos os que estiverem em erro, em pecado estando em nosso meio. Também é necessário alertarmos os ignorantes, os que não conhecem a Palavra e, portanto, estão em pecado. O porquê de muitos estarem errando por desconhecimento é porque pregadores estão ensinando mentira, pregando um evangelho que não é o de Jesus Cristo. Estão ensinando doutrinas e preceitos de homens, e, portanto, falo e julgo esses porque estão em erro, em mentira de maneira deliberada. Esses estão sobre a areia, e quando a tempestade vier, cairão, ruirão e jamais se levantarão."Porque não há boa árvore que dê mau fruto, nem má árvore que dê bom fruto. Porque cada árvore se conhece pelo seu próprio fruto; pois não se colhem figos dos espinheiros, nem se vindimam uvas dos abrolhos. O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem, e o homem mau, do mau tesouro do seu coração tira o mal, porque da abundância do seu coração fala a boca. E por que me chamais, Senhor, Senhor, e não fazeis o que eu digo? Qualquer que vem a mim e ouve as minhas palavras, e as observa, eu vos mostrarei a quem é semelhante: É semelhante ao homem que edificou uma casa, e cavou, e abriu bem fundo, e pôs os alicerces sobre a rocha; e, vindo a enchente, bateu com ímpeto a corrente naquela casa, e não a pôde abalar, porque estava fundada sobre a rocha. Mas o que ouve e não pratica é semelhante ao homem que edificou uma casa sobre terra, sem alicerces, na qual bateu com ímpeto a corrente, e logo caiu; e foi grande a ruína daquela casa." (Lucas 6:43-49). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

sexta-feira, 28 de julho de 2017

ENTRANDO PELA PORTA DAS OVELHAS

"Na verdade, na verdade vos digo que aquele que não entra pela porta no curral das ovelhas, mas sobe por outra parte, é ladrão e salteador." (João 10:1)

         Jesus deixa bem claro que Ele é o Pastor, que somente Ele tem Poder para cuidar das suas ovelhas e conduzi-las à Vida. Mostra-nos que não existem anjos ou qualquer outra divindade que possa salvar, que possa conduzir alguém à salvação. Isto porque demônios e anjos são simplesmente espíritos, e como espíritos não tiveram um nascimento normal. Jesus, para ser vencedor, para vencer em nosso lugar, Ele teve que passar por tudo pelo qual qualquer pessoa passa. Jesus, para vir ao mundo como Cordeiro, nasceu de uma mulher como qualquer pessoa. Mesmo sendo Deus, Ele se submeteu a nascer e a viver como um homem comum. Portanto, Ele conhece tudo o que passamos e pensamos, porque Ele viveu como nós, além de ser o nosso Criador, portanto Ele, somente Ele, é o Pastor legítimo que pode salvar. Já o diabo, que é somente um espírito, foi lançado, jogado, atirado aqui para baixo por causa da sua rebelião e inveja. Assim também qualquer anjo não tem poder para salvar, ajudar, socorrer ninguém, porque não passa de um ser ministrador a serviço do Senhor, e só obedece a Deus, e não ao ser humano. Nenhum anjo, a não ser os demônios, obedece a nós, porque todos os anjos estão à disposição do Senhor, portanto, oramos sempre a Deus em Nome de Jesus, e quem envia os anjos é Deus. Já os demônios, com as nossas rebeldias à Palavra de Deus, nós os convidamos para agir e causar estrago em nossas vidas. O diabo é o ladrão, é o salteador, e ele, que não entrou pela porta, não tem compromisso com nada, principalmente conosco, e jamais poderá proteger, abençoar, porque a sua essência, seu caráter, tudo nele é mal. "Aquele, porém, que entra pela porta é o Pastor das ovelhas." (João 10:2). Jesus é o nosso eterno Pastor, e todos os que são ovelhas o seguem, já os bodes jamais vão segui-lo, pois não concordam e não aceitam a sua Palavra. Um pastor de ovelhas, de animais fala, e as ovelhas o seguem, porque elas conhecem a sua voz e obedecem a ele. Da mesma maneira, nós também que somos ovelhas do Senhor conhecemos a sua voz, por isso ouvimos a sua Palavra e a praticamos. Já os bodes, os que não são ovelhas, são as pessoas que sempre vão questionar a Palavra de Deus, vão questionar o Evangelho, vão discordar de tudo. Essas pessoas bodes nunca concordarão com Jesus, e por isso vivem a rebeldia da Palavra do Senhor, e elas seguem o nosso adversário, seguem o diabo, que também foi rebelde. Os bodes podem até citar o Nome do Senhor, mas não o seguem e não reconhecem a sua voz, não praticam a sua Palavra. São os que acham que têm o direito de ser felizes, que o Senhor tem a obrigação de abençoá-los, são os que não aceitam abrir mão dos erros e pecados, não abrem mão de viver no mundo.
 "A este o porteiro abre, e as ovelhas ouvem a sua voz, e chama pelo nome às suas ovelhas, e as traz para fora. E, quando tira para fora as suas ovelhas, vai adiante delas, e as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz." (João 10:3-4). Mas as ovelhas ouvem a voz do Senhor e a acatam, têm a preocupação de segui-lo porque sabem que, se não segui-lo, estarão perdidas, porque somente Ele sabe o Caminho, só Ele é o Caminho que conduz a verdes pastos. Jesus, o nosso Pastor, vai a nossa frente nos guiando, nos conduzindo a pastos verdejantes e eternos, se formos as suas ovelhas. Mas devemos entender que Ele é Pastor e não vaqueiro, porque o vaqueiro é aquele que anda atrás do gado tocando, o empurrando para frente, e ele mesmo sempre está na retaguarda. Já o pastor anda à frente, é quem abre caminho, e Ele é o mesmo Caminho, porque as ovelhas seguem as suas pisadas, portanto Jesus se compara a um Pastor, e não a um vaqueiro. O pastor não corre atrás de ovelhas, ele somente as chama, e, quando elas ouvem a sua voz, vêm correndo. Portanto, se somos ovelhas do Senhor, quando ouvirmos a sua voz, devemos correr ao seu encontro, se não agirmos assim é porque não somos ovelhas. "Mas de modo nenhum seguirão o estranho, antes fugirão dele, porque não conhecem a voz dos estranhos. Jesus disse-lhes está parábola; mas eles não entenderam o que era que lhes dizia." (João 10:5-6). As ovelhas animais não seguem, não ouvem a voz de outra pessoa a não ser a do pastor delas, daquela pessoa com a qual estão acostumadas. As ovelhas animais só obedecem, só seguem o pastor delas, e não um pastor qualquer, são animais dóceis, mas obedientes somente ao seu pastor. Nós também devemos ser assim, temos que ser ovelhas do Senhor Jesus Cristo e ouvir somente Ele. Não podemos ouvir, aceitar, concordar com nada que seja contra a sua Palavra, seu Evangelho. Não importa o que nos falem, o que nos ofereçam, por mais atrativo que seja, devemos sempre rejeitar, mas permanecer seguindo somente o nosso pastor, porque, se não agirmos assim, não seremos ovelhas e ficaremos perdidos. "Tornou, pois, Jesus a dizer-lhes: Em verdade, em verdade vos digo que eu sou a Porta das ovelhas. Todos quantos vieram antes de mim são ladrões e salteadores; mas as ovelhas não os ouviram. Eu sou a Porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens." (João 10:7-9). Jesus é o Caminho, é o Pastor, mas também é a Porta pela qual todas as ovelhas devem passar. Jesus é a única solução para as ovelhas, porque somente Ele pode cuidar e proteger, pode esconder, porque os que passam por Ele, entram por essa Porta jamais serão encontrados pelo lobo mercenário, pelo mentiroso, pelo diabo, que é o adversário das nossas almas. Nós, se formos ovelhas, se ouvirmos a voz do Senhor, passaremos pela Porta e encontraremos refúgio, viveremos em segurança, porque Ele é a própria Verdade, e assim sabemos que podemos confiar e descansar em nosso Pastor. Mas, quando rejeitamos a Palavra, o Evangelho de Jesus, estamos rejeitando o seu pastoreio, rejeitamos a Salvação, a Vida. Por isso devemos aprender a ouvir a sua voz, que ouvimos por meio de seu Evangelho, e seguirmos sempre olhando firmemente para Ele, pois é a nossa única opção para termos vida. "O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância. Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas. Mas o mercenário, e o que não é pastor, de quem não são as ovelhas, vê vir o lobo, e deixa as ovelhas, e foge; e o lobo as arrebata e dispersa as ovelhas. Ora, o mercenário foge, porque é mercenário, e não tem cuidado das ovelhas. Eu sou o bom Pastor, e conheço as minhas ovelhas, e das minhas sou conhecido. Assim como o Pai me conhece a mim, também eu conheço o Pai, e dou a minha vida pelas ovelhas." (João 10:10-15). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr.Henrique Lino 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

quinta-feira, 27 de julho de 2017

PERTO E LONGE DE JESUS

"E eis que no mesmo dia iam dois deles para uma aldeia, que distava de Jerusalém sessenta estádios, cujo nome era Emaús. E iam falando entre si de tudo aquilo que havia sucedido." (Lucas 24:13-14)

         Jesus tinha sido preso, acusado, humilhado, espancado, cuspido, condenado e crucificado; tinha morrido na Cruz do Calvário sem reclamar, sem se lamentar, foi o Cordeiro mudo. Jesus fez isso por cada um de nós, pois Ele ocupou o nosso lugar, sofreu e morreu em nosso lugar, assumiu nossos erros, nossos pecados, um inocente morreu em nosso lugar. No domingo, três dias após a sua morte, Ele ressuscitou e apareceu para algumas mulheres, e agora dois discípulos Dele, que estavam indo para uma cidade, um povoado a onze quilômetros de Jerusalém, vão comentando sobre tudo o que aconteceu. Esses discípulos, ou seja, esses dois que criam em Jesus, que eram seus seguidores, estavam tão preocupados com o acontecido que a visão deles estava fechada. Ficaram tão perturbados, que se desviaram da fé, se afastaram da Palavra, porque, se estivessem na fé, saberiam que com certeza Jesus tinha ressuscitado, porque o Senhor tinha garantido que com três dias ressuscitaria. Muitas vezes estamos orando, buscando a presença do Senhor, mas ficamos tão preocupados com algo que nos aconteceu ou que presenciamos na vida de outros que nossos pensamentos se afastam da Palavra. Ficamos tão envolvidos com fatos que não paramos para pensar que tudo o que aconteceu ou está acontecendo é somente o que já estava previsto pela Palavra. Se analisarmos sempre tudo à luz do Evangelho, com certeza discerniremos, entenderemos tudo e glorificaremos o Nome do Senhor, pois veremos as suas promessas se cumprirem. "E aconteceu que, indo eles falando entre si, e fazendo perguntas um ao outro, o mesmo Jesus se aproximou, e ia com eles. Mas os olhos deles estavam como que fechados, para que o não conhecessem." (Lucas 24:15-16). Esses discípulos estavam falando de Jesus, mas não perceberam que Jesus tinha se aproximado deles e estava conversando com eles, estava tirando as dúvidas, esclarecendo, mas eles não estavam ouvindo, compreendendo, identificando a voz do Senhor. Muitas vezes estamos orando, clamando ao Senhor por um socorro, uma providência, e não percebemos que o Senhor já nos ouviu e nos respondeu. Continuamos clamando, pedindo, e não ouvimos, não entendemos que o Senhor está ao nosso lado nesta caminhada, explicando que é necessário que aquilo aconteça.
 "E Ele lhes disse: Que palavras são essas que, caminhando, trocais entre vós, e por que estais tristes? E, respondendo um, cujo nome era Cléopas, disse-lhe: És tu só peregrino em Jerusalém, e não sabes as coisas que nela têm sucedido nestes dias?" (Lucas 24:17-18). Jesus chega perguntando, questionando que palavras eram aquelas, sobre o que eles estão falando, o que estavam comentando. Eles respondem ainda acusando-o da ignorância dos fatos ocorridos em Jerusalém, querem saber se Ele é um estrangeiro que estava ausente quando aconteceu a prisão e morte de Jesus. Muitas vezes estamos orando, clamando, buscando resposta do Senhor, expondo o que estamos passando, nossa luta, nosso sofrimento, ou então podemos estar intercedendo por alguém e não percebemos que Jesus está ao nosso lado questionando o que estamos falando, o que estamos pedindo, e na nossa teimosia não paramos para ouvir, continuamos fazendo a nossa exposição. Falamos de injustiça, de dor, de sofrimento, de abandono, de agonia, de enfermidades, falamos, lamentamos tudo, mas não o ouvimos. Então o Senhor nos conduz pela sua Palavra, nos faz recordar, nos lembra o que está escrito, mas isto se realmente formos sinceros e se estivermos em busca verdadeira Dele. "E Ele lhes perguntou: Quais? E eles lhe disseram: As que dizem respeito a Jesus Nazareno, que foi homem profeta, poderoso em obras e palavras diante de Deus e de todo o povo; E como os principais dos sacerdotes e os nossos príncipes o entregaram à condenação de morte, e o crucificaram. E nós esperávamos que fosse Ele o que remisse Israel; mas agora, sobre tudo isso, é já hoje o terceiro dia desde que essas coisas aconteceram. É verdade que também algumas mulheres dentre nós nos maravilharam, as quais de madrugada foram ao sepulcro; E, não achando o seu corpo, voltaram, dizendo que também tinham visto uma visão de anjos, que dizem que Ele vive. E alguns dos que estavam conosco foram ao sepulcro, e acharam ser assim como as mulheres haviam dito; porém, a Ele não o viram." (Lucas 24:19-24). Jesus os questiona, e eles simplesmente apresentam argumentos humanos, e principalmente apresentam as suas dúvidas e incredulidade, pois dizem que as mulheres tiveram uma visão de anjos e falaram que Ele vivia. Eles não queriam acreditar, queriam que tivesse sido de outra forma, não se ativeram à Palavra, mesmo porque sabiam que o Messias, Cristo, veio para remir Israel, libertar, mas não fisicamente, e sim espiritualmente, como está em sua Palavra, como é a Promessa. Nós ficamos clamando por algo e Jesus já veio e está ao nosso lado, e também já nos disse que o que aconteceu ou o que está acontecendo é o que deveria acontecer, e que a Promessa Dele vai se cumprir, e que em nenhum momento Ele prometeu que seria fácil, que seria uma caminhada tranquila, Ele prometeu simplesmente a Vitória a todos os que perseverarem. Jesus está nos respondendo, está chamando a nossa atenção por causa da nossa dúvida e de nossa incredulidade, de nossa falta de fé, está mandando abrirmos os nossos olhos espirituais e vermos que a Palavra está se cumprindo, e glorificar o seu Nome. "E Ele lhes disse: Ó néscios, e tardos de coração para crer tudo o que os profetas disseram! Porventura não convinha que o Cristo padecesse estas coisas e entrasse na sua Glória? E, começando por Moisés, e por todos os profetas, explicava-lhes o que Dele se achava em todas as Escrituras." (Lucas 24:25-27). Jesus os chama de néscios, de incrédulos, de sem fé, e os conduziu à Palavra para que eles entendessem que nada saiu fora, e que tudo se cumpriu de acordo com a sua Palavra. Portanto, devemos primeiro, antes de comentar, antes de ficar fazendo pedidos ou reclamações ao Senhor, examinar nas escrituras se realmente temos motivos para isso, porque Jesus já nos respondeu e está na sua Palavra, no seu Evangelho. "E chegaram à aldeia para onde iam, e Ele fez como quem ia para mais longe. E eles o constrangeram, dizendo: Fica conosco, porque já é tarde, e já declinou o dia. E entrou para ficar com eles. E aconteceu que, estando com eles à mesa, tomando o pão, o abençoou e partiu-o, e lho deu. Abriram-se lhes então os olhos, e o conheceram, e Ele desapareceu lhes. E disseram um para o outro: Porventura não ardia em nós o nosso coração quando, pelo caminho, nos falava, e quando nos abria as Escrituras?" (Lucas 24:28-32). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

quarta-feira, 26 de julho de 2017

LIQUIDO E SÓLIDO

"E eu, irmãos, não vos pude falar como a espirituais, mas como a carnais, como a meninos em Cristo. Com leite vos criei, e não com carne, porque ainda não podíeis, nem tampouco ainda agora podeis, porque ainda sois carnais; pois, havendo entre vós inveja, contendas e dissensões, não sois porventura carnais, e não andais segundo os homens?" (1 Coríntios 3:1-3)

         Infelizmente, hoje em dia vivemos uma geração de crentes ou evangélicos, como for melhor para se referir aos frequentadores de igrejas, templos evangélicos. Esses frequentadores que gostam de se identificar como crentes, pelo menos nos meios dos seus pares, muitas vezes têm um procedimento inferior aos dos pagãos. E isso ocorre exatamente, primeiro por causa da preguiça de ler, de meditar na Bíblia, e segundo por serem carnais e praticarem um evangelho de emoções. São crentes, evangélicos de nomes porque são carnais, não são espirituais, e o que é pior: não querem ser espirituais, mesmo porque eles buscam templos denominacionais em busca de bênçãos e soluções de seus problemas carnais somente. Não buscam o Senhor, não querem conhecer o Senhor, não querem praticar a sua Palavra, querem somente uma religião, querem dizer que fazem parte de uma igreja. As pessoas têm ido para os templos convidados por membros, ou responsáveis pelos mesmos, para receberem alguma coisa, para terem todos os seus problemas solucionados e não para se arrependerem e se converterem ao Senhor, não estão buscando Jesus para terem vida. Portanto, quando se convertem a um templo qualquer e não a Jesus, acham que já estão salvos, por ofertarem, por cantarem, fazerem orações ou rezas, e uma vez por mês participarem do que chamam de ceia. A maioria nada conhece do Evangelho a não ser algum versículo que gravou para ficar repetindo, mas essas pessoas são somente religiosas e crentes carnais. Mesmo porque vemos crentes discutirem com outros por causa de templos, de doutrinas humanas, por causa de coisas materiais. "Porque, dizendo um: Eu sou de Paulo; e outro: Eu de Apolo; porventura não sois carnais? Pois, quem é Paulo, e quem é Apolo, senão ministros pelos quais crestes, e conforme o que o Senhor deu a cada um?" (1 Coríntios 3:4-5). As pessoas gostam de dizer: "eu sou crente de tal e tal igreja, eu frequento essa ou aquela denominação, ou fui batizado nesta igreja", como se templo, alguma denominação pudesse ser alguma coisa. As pessoas deveriam se identificar como sendo de Jesus e saber que, se são realmente a igreja de Cristo, o templo que frequentam nada importa.
 "Eu plantei, Apolo regou; mas Deus deu o crescimento.
Por isso, nem o que planta é alguma coisa, nem o que rega, mas Deus, que dá o crescimento. Ora, o que planta e o que rega são um; mas cada um receberá o seu galardão segundo o seu trabalho.
Porque nós somos cooperadores de Deus; vós sois lavoura de Deus e edifício de Deus." (1 Coríntios 3:6-9). 
As pessoas acham que, por terem frequentado uma denominação quando criança, ou por terem sido batizadas nas águas, ou até mesmo no Espírito em determinado templo, ali é a sua salvação. Se lessem, se meditassem na Palavra de Deus, saberiam que somos templos, moradas do Senhor, que nós é que somos a sua igreja, e, portanto, devemos, sim, viver de acordo com os seus preceitos, e não conforme as doutrinas de homens. Não importa qual seja a denominação, o templo que iniciamos, temos que observar à Luz da Bíblia, do Novo Testamento se o que estamos vivendo está de acordo, se o que se ensina e pratica naquele templo está de acordo com as determinações de Jesus. Se não estiver, não importa se ali foi onde iniciamos, devemos buscar uma denominação, um templo, um pregador que fale não dele, não de denominações, mas de Jesus. Não podemos ser religiosos, e sim buscarmos a genuína Água Viva, buscarmos viver e praticar o Evangelho de Jesus Cristo. Portanto, não importa o quão famoso seja o pregador ou o templo, nem mesmo se é um parente ou amigo, se ele não estiver vivendo e ensinando a doutrina de Cristo, devemos sair daquele templo, pois nenhum templo é nada, Cristo que é tudo para todos. "Segundo a graça de Deus que me foi dada, pus eu, como sábio arquiteto, o fundamento, e outro edifica sobre ele; mas veja cada um como edifica sobre ele. Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo." (1 Coríntios 3:10-11). Nenhuma denominação salva ninguém, quem salva é Jesus, e todas as pessoas que se identificam referindo-se a essa ou àquela igreja, templo, estão pecando, porque deveriam dizer: "eu sou de Jesus e adoro e aprendo mais Dele nessa ou naquela denominação", se estiverem convictos de que essa é a verdade. Essa hipocrisia, farisaísmos que existem, em que pessoas de uma denominação não podem se misturar ou frequentar outra, ou visitarem outros cultos, é o que leva o povo a ser somente refém de uma religião. Se todos fossem adultos espiritualmente - falo dos que se se dizem crentes e evangélicos - então não existiriam os convites mais esdrúxulos para os templos, porque os grandes templos não fazem convites para as pessoas irem adorar o Senhor, ou aprenderem mais Dele, ao contrário, os convites são porque lá estará este ou aquele pregador, estarão cantores, ou por causa do milagre urgente, da fogueira santa, da campanha disso ou daquilo, do jejum das causas impossíveis e tantos outros nomes impactantes e atrativos. Temos que aprender a ser adultos espirituais, andar em espírito, e sempre examinar se estamos em um templo que prega, vive o Evangelho de Cristo. Devemos saber que denominação, templo é somente um lugar de ajuntamento de pessoas com o mesmo objetivo; se estivermos nos reunindo com quem não busca Cristo, não busca a salvação, então estamos apoiando o erro. "E, se alguém sobre este fundamento formar um edifício de ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno, palha, A obra de cada um se manifestará; na verdade o dia a declarará, porque pelo fogo será descoberta; e o fogo provará qual seja a obra de cada um. Se a obra que alguém edificou nessa parte permanecer, esse receberá galardão. Se a obra de alguém se queimar, sofrerá detrimento; mas o tal será salvo, todavia como pelo fogo. Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo. Ninguém se engane a si mesmo. Se alguém dentre vós se tem por sábio neste mundo, faça-se louco para ser sábio. Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois está escrito: Ele apanha os sábios na sua própria astúcia. E outra vez: O Senhor conhece os pensamentos dos sábios, que são vãos. Portanto, ninguém se glorie nos homens; porque tudo é vosso; Seja Paulo, seja Apolo, seja Cefas, seja o mundo, seja a vida, seja a morte, seja o presente, seja o futuro; tudo é vosso, E vós de Cristo, e Cristo de Deus." (1 Coríntios 3:12-23). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr.Henrique Lino 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

terça-feira, 25 de julho de 2017

OBEDECENDO E DESPEDINDO.

"E de Mileto mandou a Éfeso, a chamar os anciãos da igreja. E, logo que chegaram junto dele, disse-lhes: Vós bem sabeis, desde o primeiro dia em que entrei na Ásia, como em todo esse tempo me portei no meio de vós, Servindo ao Senhor com toda a humildade, e com muitas lágrimas e tentações, que pelas ciladas dos judeus me sobrevieram; Como nada, que útil seja, deixei de vos anunciar, e ensinar publicamente e pelas casas, Testificando, tanto aos judeus como aos gregos, a conversão a Deus, e a fé em nosso Senhor Jesus Cristo." (Atos 20:17-21)

         Paulo, em sua viagem, resolveu não aportar em Éfeso. Ele estava com pressa, porque queria passar o dia de Pentecostes em Jerusalém. Pentecostes é uma festa judaica, uma tradição. Apesar dessa ligação que nós, cristãos, fazemos entre Pentecostes e a vinda do Espírito Santo, a festa em si vem da tradição hebraica, em que é chamada de Shavuoth ("semanas"). Durava 7 semanas, desde o dia seguinte à Páscoa até o quinquagésimo dia. Na base dessa festa existe uma tradição agrícola, que coincide com o início da colheita, seja de trigo ou de frutas e vegetais. Os agricultores agradeciam a Deus esse dom com ofertas das primícias. As 7 semanas, como dissemos, começavam a partir da Festa da Páscoa (Pesah, festa da libertação do Egito). No quinquagésimo dia, cada família oferecia os seus dons derivados da colheita. Em Levítico (23:34-44), são indicados os detalhes dessa festa, celebrada até hoje pelos judeus. Com o passar do tempo, sobretudo depois da destruição do Templo, os judeus passaram a comemorar durante essa festa o dom da Lei, a Torah. Não existe uma relação direta entre a festa hebraica e a Pentecostes cristã, que é celebrada 50 dias depois da Páscoa. Todavia, os símbolos usados dos cristãos para recordar, na festa de Pentecostes, o dom do Espírito Santo recebido pelos apóstolos (língua de fogo e forte vento) lembram aqueles que testemunham a presença de Deus sobre o Sinai, onde a Lei foi doada ao povo hebreu. Portanto, o apóstolo Paulo estava com pressa, mas queria, ao mesmo tempo, ir se despedindo das igrejas e pastores, porque já sabia que não mais os veria, uma vez que o Espírito Santo já lhe tinha revelado isso. Devemos observar a despedida de Paulo, pois ele reúne os presbíteros - termo, palavra que define pastores, bispos, que são somente supervisores de igrejas, templos, congregações. Reúne-os e questiona-os sobre a sua conduta durante o seu trabalho, sua missão no meio deles, porque sabia que ninguém tinha nada para acusá-lo, a não ser de pregar o Evangelho de Jesus Cristo.
 "E agora, eis que, ligado eu pelo Espírito, vou para Jerusalém, não sabendo o que lá me há de acontecer, Senão o que o Espírito Santo de cidade em cidade me revela, dizendo que me esperam prisões e tribulações." (Atos 20:22-23). Paulo expôs seu questionamento e pediu que, se alguém tivesse algo para falar sobre a sua conduta, mostrasse, porque estava de partida e sabia, revelado pelo Espírito Santo, que enfrentaria muitas lutas, tribulações e prisões. Temos de compreender o que é ser servo, porque Paulo de maneira consciente sabia o que o esperava, o Senhor já tinha lhe dito, mas ele não pediu ao Senhor que isto não acontecesse, ele queria somente cumprir a sua missão, queria somente agradar a Cristo. Esse homem de Deus sabia o que o esperava e tudo fez para cumprir a sua missão, o que conseguiu com êxito. Mas eu fico analisando se hoje teríamos algum pastor, missionário ou qualquer homem de Deus que pudesse reunir a sua congregação, os membros do seu templo e fazer o questionamento, a exposição que Paulo fez. Quem pode afirmar que não pegou ou cobiçou alguma coisa e que somente pregou o Evangelho de Cristo, a Palavra verdadeira, e que não tenha pregado alguma heresia ou palavras suaves para agradar membros, ou que, se soubesse que Deus já tivesse lhe preparado, separado para a prisão, o sofrimento, a morte, que simplesmente teria dito: "eis me aqui"? Não digo que não exista, mas, com certeza, teremos que procurar com muito carinho, com certeza são muito poucos, uma vez que vivemos uma geração comprometida consigo mesma e com a sua vontade carnal, com as coisas materiais. "Mas de nada faço questão, nem tenho a minha vida por preciosa, contanto que cumpra com alegria a minha carreira, e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do Evangelho da Graça de Deus. E agora, na verdade, sei que todos vós, por quem passei pregando o Reino de Deus, não vereis mais o meu rosto." (Atos 20:24-25). Na sua despedida, esse apóstolo fez questão de falar que não tinha apreço à sua vida, que se importava em obedecer a Deus, em fazer a vontade Dele. Paulo incontáveis vezes já tinha mostrado que a sua única preocupação era fazer a vontade de Cristo. A preocupação dele era cumprir a missão que lhe fora designada, e sempre procurou cumpri-la da melhor maneira possível, por isso sempre pregava a verdade bíblica, o Evangelho de Jesus Cristo, o Evangelho da Graça. Paulo não ficava falando em campanhas, ou falando em bênçãos, essas ou aquela, ele ensinava o Caminho do Reino, falava de arrependimento, de salvação, falava de conversão. Falava do Reino de Deus e não do reino do mundo, falava de coisas espirituais e não materiais e físicas, não enganava ou prometia o que o Senhor nunca prometeu. "Portanto, no dia de hoje, vos protesto que estou limpo do sangue de todos. Porque nunca deixei de vos anunciar todo o conselho de Deus. Olhai, pois, por vós, e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele resgatou com seu próprio Sangue." (Atos 20:26-28). Chama atenção dos pastores mostrando que ele estava limpo, pois nunca tinha pegado nada de ninguém, nunca tinha feito campanhas mentirosas com o objetivo de arrecadar fundos, nunca tinha ficado pedindo ofertas, nem criara desafios fajutos para tomar dinheiro de ninguém. E ainda alerta os pastores para que cuidem do rebanho do Senhor, que preguem a verdade, que não os engane, nem afaguem egos, mas que apresentem o Reino de Deus. Lembra que o rebanho, as ovelhas não são nossas, não são de pastores nem de uma denominação, são do Senhor, porque Jesus as comprou com a moeda mais cara, comprou com o seu próprio Sangue. "Porque eu sei isto que, depois da minha partida, entrarão no meio de vós lobos cruéis, que não pouparão ao rebanho; E que de entre vós mesmas se levantarão homens que falarão coisas perversas, para atraírem os discípulos após si. Portanto, vigiai, lembrando-vos de que durante três anos, não cessei, noite e dia, de admoestar com lágrimas a cada um de vós." (Atos 20:29-31). Paulo sabia que depois da sua partida aconteceria a entrada dos falsificadores do Evangelho, como de fato aconteceu, e hoje os vemos e os enfrentamos no meio do povo de Deus. Hoje temos os criadores de vários evangelhos, os das bênçãos desmedidas, os da prosperidade, os liberais, são tantos que não é possível enumerá-los. Devemos estar comprometidos com o Evangelho de Jesus Cristo, com o que Paulo pregava e vivia, temos que nos afastar de toda heresia, de toda apostasia. "Agora, pois, irmãos, encomendo-vos a Deus e à Palavra da sua Graça; a Ele que é Poderoso para vos edificar e dar herança entre todos os santificados. De ninguém cobicei a prata, nem o ouro, nem o vestuário. Sim, vós mesmos sabeis que para o que me era necessário a mim, e aos que estão comigo, estas mãos me serviram. Tenho-vos mostrado em tudo que, trabalhando assim, é necessário auxiliar os enfermos, e recordar as palavras do Senhor Jesus, que disse: Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber. E, havendo dito isto, pôs-se de joelhos, e orou com todos eles. E levantou-se um grande pranto entre todos e, lançando-se ao pescoço de Paulo, o beijavam, Entristecendo-se muito, principalmente pela palavra que dissera, que não veriam mais o seu rosto. E acompanharam-no até o navio." (Atos 20:32-38).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr.Henrique Lino 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

segunda-feira, 24 de julho de 2017

TAÇAS DE IRA

"E ouvi, vinda do templo, uma grande voz, que dizia aos sete anjos: Ide, e derramai sobre a terra as sete taças da ira de Deus. E foi o primeiro, e derramou a sua taça sobre a terra, e fez-se uma chaga má e maligna nos homens que tinham o sinal da besta e que adoravam a sua imagem." (Apocalipse 16:1-2)

         Quando João estava na ilha de Patmos, e o Senhor Jesus mostrou a ele tudo o que acontecerá no final, na época da sua vinda, ele, assim como outra pessoa qualquer, se assustou, pois o que virá é algo espantoso, jamais imaginado, e o principal: não tem mais como clamar por misericórdia ou socorro Divino; e principalmente não haverá mais tempo de arrependimento. E o mais importante: não sabemos quando será, pode ser daqui a mil anos como pode ser agora, porque Jesus nos alertou o tempo todo para vigiar, pois ninguém sabe o dia, nem mesmo Ele sabia, somente o Pai, e Ele disse que esse dia virá quando menos se espera. Assim devemos estar preparados para a volta de Jesus. No dia, na sua volta, Jesus virá não mais como Advogado, como Ajudador, Médico, Ele virá como Juiz, e assim não teremos mais a quem recorrer, somente ouviremos a sentença de Vida ou Morte, e quem dará a sentença será o Senhor. Quem envia para o inferno não é o diabo, mesmo porque o inferno é o lugar da sua prisão e de todos os que viveram em desobediência, em rebeldia à Palavra de Deus. Observamos aqui quando Deus Pai manda derramar as sete taças da sua ira sobre o mundo, sobre toda a humanidade. A primeira taça traz uma doença, uma enfermidade sobre todos os que tiverem aceitado a marca, o chip, que é a marca da besta. Isso já começou, porque em alguns locais já está sendo fabricado um chip que em breve toda a população em nível mundial será obrigada a usá-lo. Esse chip que será implantado na mão ou na testa das pessoas vem com a obrigatoriedade de supostamente ser para proteção e segurança da pessoa. Esse chip conterá todos os dados, e assim substituirá os documentos pessoais e cartões de crédito, além de informações bancárias e de saúde; as pessoas não mais terão que transportar nada, pois aonde chegarem para comprar, pagar, ou se precisarem se identificar haverá um leitor de código que fará isso. Dirão que é para segurança, proteção e economia, uma vez que não mais existirá dinheiro de papel, nem outra espécie de moeda, assim quem não tiver esse chip não poderá comprar ou vender. Esse chip tem a marca da besta, que Jesus já nos mostrou que é o número 666 (Apocalipse 13:18) Assim, muitos que se dizem crentes, evangélicos negarão o Senhor, pois aceitarão essa marca, receberão o chip alegando qualquer desculpa, mas eles receberão o castigo do Senhor, iniciando pelas enfermidades, a chaga maligna.
 "E o segundo anjo derramou a sua taça no mar, que se tornou em sangue como de um morto, e morreu no mar toda a alma vivente. E o terceiro anjo derramou a sua taça nos rios e nas fontes das águas, e se tornaram em sangue." (Apocalipse 16:3-4). Por ordem de Deus, os anjos irão executar o Juízo de Deus sobre todos os desobedientes, os medrosos, os fracos, sim, porque por medo aceitarão o chip, a marca da besta, e com esse gesto negarão o Senhor e, portanto, receberão as chagas, a morte. Sim, porque o mar estará morto, não existirá qualquer espécie de vida no mar, e nem mesmo a sua água servirá para qualquer coisa, nem mesmo os rios, poços. Onde quer que exista uma fonte de água esta se transformará em sangue e não poderá ser usada para nenhum fim. O que os fiéis passaram, morreram por falta de alimento, por não poderem comprar nada, por não serem atendidos, ou por terem sido presos e executados, mortos, por não terem o chip, por não terem a marca na testa ou na mão direita, agora os que aceitaram a marca da besta passarão por algo muito pior. Temos que saber que tempos difíceis virão para todos, mas os que perseverarem no Senhor receberão a coroa de vitória, e os que temeram mais aos homens do que a Deus receberão o castigo e padecerão por toda a eternidade. "E ouvi o anjo das águas, que dizia: Justo és tu, ó Senhor, que és, e que eras, e hás de ser, porque julgaste estas coisas. Visto como derramaram o sangue dos santos e dos profetas, também tu lhes deste o sangue a beber; porque disto são merecedores. E ouvi outro do altar, que dizia: Na verdade, ó Senhor Deus Todo-Poderoso, verdadeiros e justos são os teus juízos." (Apocalipse 16:5-7). Todos os que induziram os homens e mulheres de Deus a se afastarem do Senhor, ou que impuseram castigo ou a morte pagarão um preço muito alto por toda a eternidade. As pessoas que apresentam desculpas, ensinando mentiras, heresias, fazendo com quem busca o Senhor se afaste do Caminho sofrerão muito. Deus é justo, e a sua Palavra se cumpre por inteiro, tanto para o bem como para o mal. Assim, temos a certeza de que a única maneira de sermos salvos é perseverando Nele, na prática dos seus mandamentos. "E o quarto anjo derramou a sua taça sobre o sol, e foi-lhe permitido que abrasasse os homens com fogo. E os homens foram abrasados com grandes calores, e blasfemaram o Nome de Deus, que tem poder sobre estas pragas; e não se arrependeram para lhe darem glória. E o quinto anjo derramou a sua taça sobre o trono da besta, e o seu reino se fez tenebroso; e eles mordiam as suas línguas de dor. E por causa das suas dores, e por causa das suas chagas, blasfemaram do Deus do céu; e não se arrependeram das suas obras. E o sexto anjo derramou a sua taça sobre o grande rio Eufrates; e a sua água secou-se, para que se preparasse o caminho dos reis do oriente. E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso profeta vi sair três espíritos imundos, semelhantes a rãs. Porque são espíritos de demônios, que fazem prodígios; os quais vão ao encontro dos reis da terra e de todo o mundo, para os congregar para a batalha, naquele grande dia do Deus Todo-Poderoso. Eis que venho como ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia, e guarda as suas roupas, para que não ande nu, e não se vejam as suas vergonhas. E os congregaram no lugar que em hebreu se chama Armagedom. E o sétimo anjo derramou a sua taça no ar, e saiu grande voz do templo do céu, do trono, dizendo: Está feito. E houve vozes, e trovões, e relâmpagos, e houve um grande terremoto, como nunca houve desde que há homens sobre a terra; tal foi este tão grande terremoto. E a grande cidade fendeu-se em três partes, e as cidades das nações caíram; e da grande babilônia se lembrou Deus, para lhe dar o cálice do vinho da indignação da sua ira. E toda a ilha fugiu; e os montes não se acharam. E sobre os homens caiu do céu uma grande saraiva, pedras do peso de um talento; e os homens blasfemaram de Deus por causa da praga da saraiva; porque a sua praga era mui grande." (Apocalipse 16:8-21). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr.Henrique Lino 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

sexta-feira, 21 de julho de 2017

CONFORTO E CONSOLAÇÃO.

"Portanto, se há algum conforto em Cristo, se alguma consolação de amor, se alguma comunhão no Espírito, se alguns entranháveis afetos e compaixões, Completai o meu gozo, para que sintais o mesmo, tendo o mesmo amor, o mesmo ânimo, sentindo uma mesma coisa." (Filipenses 2:1-2)

         O apóstolo Paulo sempre exortava para que se praticasse o Evangelho, e não uma religião, porque sabemos que os religiosos vivem praticando ensinamentos e doutrinas humanas e não a Palavra de Deus. A mesma coisa vemos acontecer e com muito mais frequência nos dias de hoje, em que supostamente cresce o número de cristãos, mas junto vemos aumentar o número de crimes, violência, adultério, roubos e de todos os tipos de crimes e pecados. Sabemos que onde Jesus chega, onde o Evangelho é vivido com certeza a tendência é diminuir a criminalidade ou zerar. Mas, se isso não acontece, é porque não está acontecendo a conversão, não existem tantos cristãos verdadeiros como se apregoa, o que existe são pessoas religiosas que citam o Nome do Senhor em vão, mas que não abandonam as práticas erradas. Falar que em Jesus há amor, há conforto, há paz, há consolação é fácil, e todos nós sabemos disso, mas o que devemos saber é como desfrutar de tudo isso, é como apresentar isso para as pessoas, porque devemos viver o Amor de Cristo e apresentá-lo através das nossas ações e comportamento, da nossa maneira de viver e de nos portar diante de qualquer que seja a situação. Não podemos ser identificados como cristãos só porque frequentamos algum templo evangélico, denominacional, ou por transportarmos uma Bíblia, e muito menos por cumprimentarmos as pessoas dizendo "a paz do Senhor", ou "Graça e paz". Não podemos ser considerados cristãos pelo fato de cantarmos alguma musiquinha que fale o Nome do Senhor, ou por estarmos em um púlpito pregando, trazendo alguma mensagem que fala que Deus é bom e fiel. Temos que mostrar para o mundo que somos cristãos não negando Ele, e não negar Jesus é se recusar a viver de acordo com a vontade humana, ou em todo o tempo e em qualquer situação viver o Evangelho. Todos os que se dizem cristãos, mas concordam com a desonestidade, com a mentira, que vivem de acordo com o mundo, estão negando Jesus, mesmo que depois estejam orando, rezando. Mostrar o Amor, a Consolação de Cristo é viver nela e as pessoas verem isto em nós, é fazermos a diferença, é influenciarmos e não sermos influenciados, sermos sal, dar gosto, dar tempero, e não nos misturarmos, mas trazermos a transformação.
 "Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo." (Filipenses 2:3). Ser cristão é tudo fazer por amor e sem reclamar, sem se achar injustiçado. Seja no trabalho, em casa, na rua, no colégio, onde quer que seja, e se formos solicitados para fazer algo, que façamos com alegria, com amor, sabendo que estamos fazendo para Deus. Se tivermos a consciência de que estamos fazendo para o Senhor, então não vamos reclamar ou lamentar, porque sabemos que toda lamentação é contra Cristo, contra Deus. Devemos ter consciência de que todos os seres humanos são imagem e semelhança de Deus, e, sendo imagem de Deus, não podemos fazer nada contra o nosso semelhante, porque também somos imagem do Senhor. Sabemos que filhos são somente os que obedecem a Ele, mas todos nascem a sua imagem e semelhança; a opção de se tornar filhos é nossa, e isto vem pela obediência. Ninguém nasce filho de Deus, porque essa decisão tem que ser tomada por nós, assim, somente depois de crescido e com entendimento é que podemos optar por ser filhos ou não, esse é um dos motivos pelo qual crianças não podem ser batizadas. Tendo esse conhecimento, devemos sempre, em todo o tempo, julgar as pessoas superiores a nós, saber que nada somos, que vivemos graças à misericórdia do Senhor, saber que somos servos, e não importa quem seja é superior a nós. Não podemos ser arrogantes, soberbos, porque estaremos pecando, e não estamos apresentando Cristo a ninguém."Não atente cada um para o que é propriamente seu, mas cada qual também para o que é dos outros." (Filipenses 2:4). Temos que saber que nada levaremos deste mundo, pois nu viemos e nu voltaremos, portanto não devemos nos preocupar em proteger e cuidar somente do que é nosso. Devemos cuidar, proteger o que é dos outros, cuidar das outras pessoas assim como gostaríamos que fôssemos cuidados. Temos que colocar em prática os mandamentos que o Senhor nos mandou, que é amar Deus e ao próximo como a nós mesmos. E se amamos o próximo, cuidamos dele assim como Deus cuida de cada um de nós, por isso sabemos que, na verdade, devemos nos preocupar em cuidar do próximo mais do que a nós mesmos, porque, conhecendo Cristo, sabemos que Ele cuida de nós. Falamos que somos cristãos, então devemos agir como Cristo, porque ser cristão é ser discípulo, é andar e viver de acordo com o que o Mestre viveu. O nosso Mestre não só ensinou como devemos viver como mostrou na prática, para que pudéssemos imitá-lo e não pudéssemos apresentar desculpas dizendo que não conseguimos ou que é impossível. "De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz." (Filipenses 2:5-8). Jesus era Deus, mas Ele se despiu de seu Poder, de sua Divindade, e veio ao mundo em forma humana, na fraqueza da carne, humilhou-se ao ponto de ser escarrado, cuspido, humilhado, surrado e crucificado em nosso lugar. Ele, como Deus, passou pela maior humilhação e sofrimento, mas em nenhum momento reclamou. Jesus foi o Cordeiro mudo, então sejamos imitadores de Cristo. "Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um Nome que é sobre todo o nome; Para que ao Nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para Glória de Deus Pai." (Filipenses 2:9-11). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr.Henrique Lino 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

quinta-feira, 20 de julho de 2017

FALANDO COM UMA MULHER

"E nisto vieram os seus discípulos, e maravilharam-se de que estivesse falando com uma mulher; todavia nenhum lhe disse: Que perguntas? Ou: Por que falas com ela?" (João 4:27)

         Jesus tinha saído da Judeia e estava voltando para a Galileia, e por isso foi forçoso ter que passar por Samaria - os samaritanos não se davam com os judeus de Jerusalém desde a época de Roboão, neto de Salomão, quando Israel foi dividido em reino do norte e reino do sul. Quando Jesus estava passando por ali, e sentindo-se cansado e com sede, parou próximo a um poço, enquanto os discípulos foram até a cidade comprar alimentos. E ali, próximo ao poço, começou a pregar para uma mulher samaritana, apresentando o Reino. Quando os discípulos retornaram, o encontraram falando com essa samaritana, e ficaram alarmados, porque não era costume os judeus falarem com mulheres estranhas, principalmente com uma de Samaria. Mas Jesus sempre fez questão de mostrar que não existe separação entre os seres humanos, porque todos são imagens e semelhança do mesmo Deus. Sabemos por Ele que não é cultura, país, cor de pele ou qualquer coisa que separa as pessoas, mas somente o pecado, e Ele estava pregando, mostrando a Luz para aquela mulher, para que a Luz brilhasse e todos descobrissem que não existe divisão no Reino. Apesar de os discípulos ficarem abismados, não perguntaram nada, porque sabiam que tudo o que o Senhor fazia tinha um propósito definido. Jesus pregou para essa mulher que vivia na fornicação, na prostituição, uma vez que já tinha vivido com cinco homens diferentes e vivia naquele momento com outro, e nenhum deles era de fato seu marido. O termo aqui se refere exatamente à mesma coisa que as pessoas que vivem juntos, amigadas, ajuntadas e se referem ao companheiro como marido, esposa, mas que não o são, e diante do Senhor estão em pecado de prostituição, que é o que engloba quem vive na fornicação e adultério. Jesus exorta sobre esse pecado e prega para ela, veremos que através dessa pregação quase todos na cidade ouvem a Palavra. Os que odiavam os de Jerusalém vão implorar para que Jesus permaneça com eles, e então Jesus fica e ensina o Evangelho a todos eles durante dois dias. Jesus pregou, exortou e mostrou o pecado a uma mulher samaritana em seu próprio território, e ela aceitou e chamou todos para ouvirem a Verdade, e muitos se converteram. Temos que aprender com Jesus a sempre pregar, exortar todos os que estiverem em pecado, não importa o local, porque quem convence é o Espírito Santo, e não nós. Mesmo que todos os outros fiquem sem entender a nossa ação, o nosso comportamento, devemos agir em conformidade com o Evangelho do nosso Mestre.
 "Deixou, pois, a mulher o seu cântaro, e foi à cidade, e disse àqueles homens: Vinde, vede um homem que me disse tudo quanto tenho feito. Porventura não é este o Cristo? Saíram, pois, da cidade, e foram ter com Ele." (João 4:28-30). Essa mulher samaritana, na verdade, se transformou em uma missionária, porque, ao ouvir a Palavra, ela deixou inclusive a vasilha que tinha levado para buscar água para trás e foi chamar o seu povo para ouvir Jesus. Essa mulher que tinha ido ao poço com uma vasilha com o propósito de buscar água, deixa a água natural para trás e cheia da Água da Viva, e vai ao encontro da população para vir também beber da mesma água, a Água da Vida. Através dessa mulher muitos em Samaria se converteram. Jesus pregou para uma pessoa, mas através dessa pregação individual o Evangelho chegou a toda Samaria. Portanto, sabemos que não devemos nos preocupar em pregar para multidões, e sim nos preocupar em pregar a Verdade, o Evangelho de Jesus Cristo, que assim como uma semente de mostarda crescerá e se espalhará. Vejo muitos pregadores, templos denominacionais criarem eventos, contratarem cantores e pregadores famosos para atrair as pessoas aos seus eventos, com o objetivo de ter uma multidão. Mas, na verdade, já estão errando, porque estão chamando as pessoas não através do Evangelho de Jesus, mas através de uma artimanha, um engodo qualquer, e quem usa esse tipo de coisa é o diabo e não o Senhor. Deus escreve certo com linhas certas e não ao contrário, e não precisa de usar artimanhas para convencer ninguém a se converter, porque devemos simplesmente falar a Verdade, as pessoas se convertem ou não, e não a chamamos a nós, mas ao Senhor. "E, entretanto, os seus discípulos lhe rogaram, dizendo: Rabi, come. Ele, porém, lhes disse: Uma comida tenho para comer, que vós não conheceis. Então os discípulos diziam uns aos outros: Trouxe-lhe, porventura, alguém algo de comer? Jesus disse-lhes: A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou, e realizar a sua obra." (João 4:31-34). Jesus estava como homem, como um ser humano normal, portanto sentia a mesma necessidade de qualquer um de nós, sentia fome, sede, cansaço, e tudo o mais. Os discípulos agora insistem para que Ele se alimente, coma, mas como Ele está tão preocupado em cumprir a sua missão, fazer a vontade de Deus, a questão de alimento comum passa a ser secundária. Quando falamos que somos discípulos de Jesus, devemos pensar e agir como Ele e ter a nossa principal preocupação em fazer a sua vontade, assim como Ele tinha a de fazer a do Pai. A nossa prioridade a todo o tempo e circunstâncias tem que ser cumprir a sua Palavra, praticar o seu Evangelho, mesmo que para isso tenhamos que ir contra a lógica humana, a vontade de todos, e principalmente contra a nossa. Temos que aprender a mortificar a nossa carne, para que possamos andar, viver em espírito. "Não dizeis vós que ainda há quatro meses até que venha a ceifa? Eis que eu vos digo: Levantai os vossos olhos, e vede as terras, que já estão brancas para a ceifa. E o que ceifa recebe galardão, e ajunta fruto para a vida eterna; para que, assim o que semeia como o que ceifa, ambos se regozijem. Porque nisto é verdadeiro o ditado, que um é o que semeia, e outro o que ceifa. Eu vos enviei a ceifar onde vós não trabalhastes; outros trabalharam, e vós entrastes no seu trabalho. E muitos dos samaritanos daquela cidade creram Nele, pela palavra da mulher, que testificou: Disse-me tudo quanto tenho feito. Indo, pois, ter com Ele os samaritanos, rogaram-lhe que ficasse com eles; e ficou ali dois dias. E muitos mais creram Nele, por causa da sua Palavra. E diziam à mulher: Já não é pelo teu dito que nós cremos; porque nós mesmos o temos ouvido, e sabemos que Este é verdadeiramente o Cristo, o Salvador do mundo." (João 4:35-42). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr.Henrique Lino 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.